• Assinantes
  • Mulher


    Artigo
    O que não usar!
    :::03/03/2006

    Este título, na verdade, é uma tradução do excelente livrinho de mão da dupla inglesa de entendidas Susannah Constantine e Trinny Woodall, do Esquadrão da Moda (People&Arts), ótimas consultoras que vão a fundo investigar o que deve ser usado por cada tipo de mulher para valorização do corpo. Pode parecer trabalhoso e difícil, mas pensar sua roupa em função de anatomia é a grande sacada para estar sempre bem, em qualquer estilo e ocasião.

    Este dever de casa de mulheres (e homens, claro) que se preocupam com o resultado final da produção deveria ser feito com mais freqüência. Independe de estilo pessoal, vai mais do tipo físico e da escolha mais selecionada do que adquirir, gerando bons resultados não só no look como na otimização das compras. Como este é um assunto elaborado e requer detalhamento para ser bem compreendido, vamos por partes.

    Olhe-se no espelho, preferencialmente sem roupa, e responda: o que você acha bonito e o que acha feio no próprio corpo? Tire o foco da dupla brasileira boazuda peito-bunda e olhe com carinho para regiões menos exploradas como colo, braços, pernas e pescoço. Para facilitar, há padrões de corpo definidos. As definições a seguir foram extraídas do livro "Personal Stylist - guia de consultores de imagem" da Tita Aguiar. Veja em qual se encaixa:

    Ampulheta:
    Ombros e quadris da mesma largura, cintura mais definida, coxas mais grossas e costas largas.

    Triângulo Invertido:
    Muito busto, ombros largos, quadril estreito e pernas finas.

    Triângulo:
    Quadris e coxas mais acentuados que ombros.

    Retângulo:
    Medidas de coxas e quadris semelhantes, cintura não definida, braços e pernas mais finos, poucas curvas.

    Oval:
    Formas arredondadas e volume nos quadris, cintura e busto. Barriga proeminente;

    Uma vez concluído seu padrão físico, pense possibilidade com o objetivo de atenuar o que não lhe agrada e sobressaltar o que é mais bonito. Aí está a parte mais complicada, uma vez que não há receita mágica. Cada corpo é um corpo, e o treino é que vai apontar as melhores escolhas. Mas vá pensando em truques, como:

    - no estilo ampulheta, deve-se valorizar a marca da cintura, com utilização de detalhes nesta área.


    - no triângulo invertido, deve-se ajustar na parte de cima e soltar a de baixo, com evasês em saias e vestidos e calças mais soltinhas. Para seios grandes, evite peças inteiras e opte por decotes mais generosos, que abrem e ventilam a composição. Caso os braços sejam mais cheinhos, procure sempre algo com manga. No jogo de cores, os tons mais escuros vão para cima.


    - no triângulo, os quadris devem ser minimizados. Para tal, os tons escuros descem e o foco sobe. Cores e estampas na parte superior e adornos no pescoço e brincos desviam a atenção para a parte mais alta do corpo. Para o caso de seios pequenos, regras básicas: subir a linha do pescoço em decotes mais fechados, colarinhos ajustados e detalhes que puxem a atenção para cima. Mesmo sendo pequenos, o uso do soutien é indispensável. Aliás, eles podem se tornar verdadeiros aliados da produção. Graças à crescente demanda e necessidade das mulheres, o mercado oferece muitas opções interessantes.


    - no retângulo, a idéia é criar uma falsa cintura. Tente usar peças mais sequinhas e com cintura mais marcada como corselets e tops cinturados. Evite abotoamentos duplos e boleros. Detalhes como pences são úteis.


    - para um corpo oval, o objetivo é não marcar nada. Evite peças justas ou largas demais. Decotes mais profundos em U ou V e cores escuras dão as primeiras amenizadas. Blusas ou vestidos sem mangas e principalmente com alças finas são contra indicados. Tecidos de fibras naturais como o linho, algodão e seda pura fazem muita diferença. Desista de calças com cós baixo demais ou muito apertado.


    E é por aí. Muitas dicas como estas estão à disposição em edições especializadas, como as duas que citei, e muito material está disponível para que qualquer pessoa possa procurar descobrir novos truques que trazem ótimos resultados. Vale a pena uma tentativa para achar o que mais combina com você! Você não nasceu com um estilo definido, mas pode, a qualquer hora, criá-lo!


    Clique aqui e mande sua pergunta,
    esclareça sua dúvida de moda com
    a consultora Nivea Heluey

    Nivea Heluey é especialista
    em Jornalismo de Moda e Comunicação de Moda
    Saiba mais, clicando aqui!

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.