• Assinantes
  • Autenticação
  • Mulher
    Quarta-feira, 2 de maio de 2012, atualizada às 15h05

    Juiz de Fora recebe Caravana Mães de Minas neste fim de semana

    Da Redação
    mulher

    Juiz de Fora recebe, desta sexta-feira, 4 de maio, até o domingo, 6, a 4ª parada da Caravana Mães de Minas. O evento ocorre das 9h às 17h30, na quadra da Escola de Samba Feliz Lembrança, na avenida Antônio Guimarães Peralva 126, bairro Barbosa Lage.

    Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares podem participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança. A caravana é um espaço composto por estandes, nos quais o público terá acesso ao cadastramento no Sistema de Identificação da Gravidez, pelo número 155; oficina de aleitamento materno; oficina de cuidados com o bebê e com a gestante; oficina sobre o parto normal; oficinas de brinquedos; cabine de vídeo e foto; roda de memória e a exposição do túnel da vida.

    Caravana

    A caravana é formada por uma equipe de 15 pessoas, entre técnicos da área de saúde, lideranças comunitárias e profissionais com experiência em trabalhos voltados para a mulher. A capacitação foi acompanhada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e pela Unicef, instituição que também desenvolve ações em parcerias com o Governo de Minas no combate à mortalidade infantil e materna no Norte e Nordeste do Estado.

    A expectativa é de que até 26 de setembro o programa visite 12 municípios de Minas Gerais. A caravana que já passou por Belo Horizonte, Ribeirão das Neves e Divinópolis, visitará outros oito municípios, além de Juiz de Fora. São eles: Varginha, Diamantina, Governador Valadares, Montes Claros, Teófilo Otoni, Patos de Minas, Uberaba e Uberlândia.

    Serviço 155

    Para ser acompanhada e garantir uma gravidez saudável, a gestante assistida pela rede pública e particular deve ligar para o 155 e se cadastrar no Sistema de Identificação da Gravidez. Já foram cadastradas 1.286 gestantes, de 43 municípios mineiros. Feito o cadastro, as mulheres passam a ser acompanhadas.

    A equipe de atendentes é formada por avós e mães treinadas para oferecer atendimento humanizado. Elas checam se a gestante foi à consulta agendada; ligam para saber sobre o parecer médico e sobre resultado de exames, além de verificarem se foram diagnosticadas gravidezes de alto risco.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.