Artigo
Liberais, irresistíveis e inesquecíveis


:::10/03/2006

Quanto mais desencanadas e liberadas, melhor. Os homens ficam de queixo caído ao ver suas amantes esquecerem toda a vergonha em casa e partirem para o sexo sem amarras e falsos pudores.

Sussurrar palavras picantes, mover-se de forma sensual, usar posições criativas, gemer, comportar-se de forma inusitada e deixar o mundo lá fora, vivendo intensamente todos os minutos dentro de quatro paredes. Não se trata de ser pervertida ou coisa assim, mas de se desprender de preconceitos e buscar o prazer com liberdade. Todas as mulheres sabem que seu comportamento muda quando o assunto é sexo. Mesmo aquelas mais reprimidas, super sérias e conservadoras se revelam na cama. Pode acreditar!

Desinibição nada tem a ver com vulgaridade e sim com segurança, capacidade de ser feliz e profundo conhecimento de si mesma. A mulher que sabe o quer na vida também sabe o que quer na cama e, com isto, consegue ser super sensual, charmosa e provocante sem passar dos limites da elegância. A feminilidade por si só já é um ótimo atrativo, mas o que chama a atenção mesmo nesta hora é a insinuação, as novidades e as carícias bem aplicadas. A atração vai muito além de um decote evidente ou de uma saia curta, mas muitas vezes de atitudes insinuantes.

A mulher orgástica sabe separar muito bem a sobriedade do cotidiano, da entrega durante a transa. Tire da sua mente as palavras vergonha e insegurança! Se permita o prazer da forma mais intensa, seu amor precisa sentir isso em você para ter estímulo e o desejo despertado. Os homens enlouquecem quando sentem que estão nos fazendo mulheres, amantes. Para mulheres liberadas, não existe pecado nos circuitos da alcova. Faz de tudo e realiza a maioria das suas fantasias e as do parceiro. Ainda assim, é, acima de tudo, uma parceira leal e fiel. A maioria confunde essas atitudes com a de mulheres levianas. Longe disso, não tem nada a ver uma coisa com a outra. O fato é que ela é muito dona de si e capaz de levar qualquer parceiro à loucura.

Todos sabemos que o sexo é um momento de pura intimidade e plenitude. Sendo assim, uma sacanagem a mais sempre incrementa. A dica é dar um fim às amarras do preconceito e liberar geral. No entanto, se você é do tipo tímida e retraída, experimente se superar uma única vez e...prepare-se! Porque é tudo uma questão de hábito. Todo mundo tem bem lá no fundo um vulcão adormecido doido para entrar em erupção. Seja autêntica, faça o que tiver vontade e depois veja se o resultado foi compensador.

 

 


Clique aqui e mande sua sugestão sobre esta coluna

 

Jussara Hadadd é terapeuta holística,
especializada em sexualidade
Saiba mais, clicando aqui!

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.