Thiago Calchadora Thiago Calchadora 28/3/2012

Home office

Foto de home officeDesde o início deste mês tenho vivenciado uma nova experiência na minha forma de trabalhar. Seguindo as tendências do modelo atual de trabalho, com liberdade de horários e foco voltado para os resultados, comecei a trabalhar de casa (home office).

A experiência tem sido reveladora e produtiva, uma vez que observo ganhos imediatos com a mudança de hábitos. Porém nem tudo são flores, como toda liberdade exige mais responsabilidade é necessário muito mais foco, comprometimento e disciplina para que as distrações e "informalidades" no horário de trabalho não me desviem do objetivo principal, os resultados.

Mesmo sendo um trabalho realizado em casa, algumas regras devem ser mantidas como se estivéssemos no ambiente corporativo. A manutenção de horários de início, término e pausas para almoço e lanches. O atendimento ao telefone com o mesmo script e profissionalismo do ambiente corporativo.

O comportamento dos moradores da casa em horário de trabalho deve ser aceitável para aqueles que escutam os ruídos pelo telefone ou conversas de áudio e vídeo via internet, afinal não se passa nenhuma credibilidade profissional quando temos conversas paralelas fora de contexto, acontecendo ao fundo ou barulhos de desenhos animados e brigas de crianças.

No caso de necessidade de recebimento dos clientes no seu espaço, é necessário que seja preparado um ambiente aconchegante e independente dos cômodos que revelem informações pessoais, como quartos, cozinha e espaços desorganizados. O ideal é um cômodo independente ou logo na entrada da residência, separado por uma porta dos demais ambientes pessoais.

Dentre as vantagens, como redução de despesas fixas e variáveis de aluguel, gasolina, alimentação, o que mais me beneficia é o ganho de tempo e diminuição do estresse, que antes desperdiçados e gerados no trânsito agora são convertidos em produtividade.

A praticidade de produzir no meu ambiente, confortável e aconchegante, com a flexibilidade de poder ajustar horários, mesmo respeitando regras, com certeza tem sido uma experiência produtiva.

Um ponto indispensável para a utilização desse modelo de trabalho é a comunicação clara e objetiva com todos os envolvidos no projeto, esclarecendo padrões e tendências, evitando que interrupções pessoais atrapalhem o desenvolvimento das atividades profissionais.

Mais artigos

Thiago Cachaldora é fonoaudiólogo, pós-graduado em Fonoaudiologia, consultor em comunicação interpessoal, diretor executivo da Clips Comunicação Interpessoal & Desenvolvimento de Pessoas e palestrante.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.