Quinta-feira, dia 29 de janeiro de 2009, atualizada às 12 h

Emissão de carteira de trabalho continua suspensa em JF

Patrícia Rossini
Colaboração*

Nesta quinta-feira, dia 29 de janeiro, a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Juiz de Fora completa dez dias sem emitir carteiras de trabalho. Apesar disso, centenas de pessoas formam fila em busca do documento.

A gerente regional do trabalho em Juiz de Fora, Nila Magalhães, explica que não há previsão para que a emissão do documento seja normalizada.

Para agilizar o trabalho, ela afirma que cerca de 30 senhas são distribuídas diariamente. "Apesar de o sistema estar fora do ar, estamos distribuindo as senhas e preenchendo cerca de 30 protocolos manuais, todos os dias. Os documentos ficam arquivados e, quando o serviço voltar a funcionar, vamos fazer o cadastramento dessas pessoas", afirma.

O número de senhas para o cadastro manual, no entanto, não resolve o problema. Quando o funcionamento é regular, a Gerência Regional entrega, diariamente, cerca de 100 senhas.

Segundo Nila, quem tem pressa pode procurar o modelo antigo do documento, que ainda é emitido em municípios como Santos Dumont, Bicas, Rio Pomba e Ubá. Entretanto, a gerente lembra que não é preciso correr. "A falta da carteira de trabalho não impede o cidadão de iniciar um novo trabalho. No momento da contratação, o empregador faz o registro no livro e, por lei, a carteira pode ser assinada até 30 dias depois", garante.

O problema é recorrente. Em 2008, os trabalhadores passaram um mês sem poder tirar o documento. Na ocasião, o motivo foi uma atualização no sistema utilizado na Gerência Regional.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.