Quarta-feira, 17 de outubro de 2012, atualizada às 17h40

Comércio de Juiz de Fora cria 212 novas vagas de empregos em setembro

Jorge Júnior
Subeditor
natal

As contratações temporárias no setor do comércio já iniciaram em Juiz de Fora. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho (MTE), divulgado nesta quarta-feira, 17 de outubro, 212 novos postos de trabalhos foram gerados no mês de setembro. O setor, que admitiu 1.605 profissionais e desligou 1.393, teve a maior contratação de 2012 durante o período, além de ser o segmento que mais gerou novas oportunidades na cidade no mês.

"Os números estão de acordo com a expectativa do setor, já que estamos próximos do Natal, por isso, o comércio já começou as contratações temporárias, que devem durar até o final do mês de dezembro", diz o presidente do Sindicato do Comércio de Juiz de Fora, Emerson Belloti.

Ainda segundo o representante do setor, a expectativa dos empresários locais é contratar 1.200 profissionais. "Com a abertura das vagas a nossa expectativa é de que possamos efetivar cerca de 30% dessas pessoas", afirma.

Dados do ano

Em janeiro, a área do comércio ficou com um saldo negativo de – 400, seguindo por fevereiro, quando foram -344 vagas. Já no mês de março o segmento saiu do negativo e criou 10 postos de emprego, porém, as contratações alavancaram em abril, quando foram criados 91 postos. O mês das mães registrou uma queda novamente, quando foram geradas apenas 33 novas vagas. Já em junho o setor voltou para o negativo, fechando o período com - 129 novos postos de trabalhos, seguido por julho, que teve um saldo negativo de – 21 vagas de emprego. Porém, no mês de agosto, o comércio registrou 50 novas vagas de emprego.

Outros setores

O setor de serviços foi o segundo que mais criou novos empregos, ficando com um saldo de 196. A área admitiu 2.821 trabalhadores e demitiu 2.625 profissionais. A construção civil aparece em terceiro lugar no Caged, com um saldo de 67 novas oportunidades. No setor, 698 pessoas foram admitidas contra 631 demissões. No total, a cidade teve um saldo de 444 novos empregos, entre 5.904 admissões e 5.460 demissões, o que representa uma variação 0,33%.

Brasil

O Caged contabilizou 150.334 novos empregos no mês de setembro deste ano, o que corresponde a um crescimento de 0,39% em relação ao mês de agosto. O resultado mantém a trajetória de expansão do emprego observada nos últimos anos, mas sinaliza perda de dinamismo na geração de empregos, porque os índices têm sido menores em relação aos mesmos períodos do ano passado. No acumulado do ano, o MTE registrou expansão de 4,15% no nível de emprego, equivalente ao acréscimo de 1.574.216 postos de trabalho.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.