Escola de Dança Misailidis
Formação de profissionais para fazer sucesso no mundo

Colaboração:
*Renata Silva
10/11/04

Ouça trecho da entrevista com o primeiro bailarino do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e fundador da Escola de Dança Misailidis, Marcelo Misailidis. Clique no ícone ao lado!

Ouça!

Foto Reginaldo Azevedo "Formar bailarinos para fazer sucesso no mundo". Foi com este objetivo que a Escola de Dança Misailidis, batizada com o sobrenome do primeiro bailarino do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Marcelo Misailidis, teve sua fundação em 1996 aqui em Juiz de Fora.

Passados oito anos de estrada, o grupo, coordenado pela bailarina Danielle Marrie (foto abaixo), ganhou seu espaço e já é reconhecido em importantes pólos da dança mundial. Os ex-alunos Flávio Salamanca e Letícia Pavam é que o digam. O primeiro está em Stuttgart, na Alemanha, enquanto que a moça está na Cia Jovem El Passo, sob direção de Dalal Aschar.

A participação em festivais também rendeu à Escola significantes conquistas. No país, faturaram prêmios em Araxá (MG), Uberlândia (MG) e São Borgia (RS), enquanto que no exterior fizeram bonito no Chile e Argentina.

"Teve uma época em que o grupo era mais conhecido fora da cidade", recorda Danielle. A lacuna foi preenchida com a aprovação do projeto Lendas da Amazônia pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura - Lei Murilo Mendes, em 2003. Para completar o sucesso, a Escola recebeu recentemente a notícia de novo agraciamento pela Lei para o espetáculo A lua dos apaixonados e seresteiros.


Entre os principais musicais produzidos estão Love Songs, Quatro Estações, Lendas da Amazônia, Galas de Ballet Clássico, Orlando Silva, a saudade de um ídolo e o infantil, Cinderela.

Os protagonistas da história
Desde os três anos, a juizforana Danielle Marrie estuda dança e fez da paixão um projeto de vida. É formada em ballet clássico e dança contemporânea, já conquistou diversos prêmios nacionais e internacionais e foi através da profissão que conheceu Marcelo Misailidis. "Ele veio fazer uma apresentação em Juiz de Fora e ficamos amigos", recorda.

Marcelo é uruguaio e chegou ao Brasil aos nove anos. Iniciou sua carreira em meados da década de 80, quando decidiu dedicar-se a dança. Participou de reconhecidos concursos internacionais, estudou em Cuba e aos 23 anos já era bailarino do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, cargo que ocupa até os dias de hoje.


A afinidade entre os amigos fez crescer o ideal da Escola de Dança Misailidis. A meta era de desenvolver o potencial artístico de Juiz de Fora, formando profissionais. Segundo Marcelo, a casa viabilizaria a produção de espetáculos e conseqüentemente concretizaria o sonho dos amigos.

Dance
Para os interessados no ofício, os bailarinos acreditam que é preciso muita dedicação. No entanto, aconselham a dança como forma de terapia, para aqueles que adoram a prática, mas não têm intenção de se profissionalizarem. "A dança é a forma mais plena de comunicação com o nosso corpo. Através dela conseguimos nos conhecer melhor", afirma Misailidis.

A Escola de Dança Misailidis fica na Rua Batista de Oliveira, 563, 2º andar. O telefone é 3217-9177.

*Renata Silva é estudante do 7º período da Faculdade de Comunicação da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.