• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Código Vermelho
    O lado red do pop-rock

    *Colaboração:
    Renata Silva
    10/12/03

    Um símbolo marcado com a cor da guerra, do amor e da coragem. Código Vermelho. Esse é o nome que Klinger (vocal), HD (baixo), Bruce (bateria), Kid (guitarra) e Tarcísio (guitarra) escolheram para traduzir suas idéias e objetivos, através da música. Um nome forte, porém eles garantem que isso não tem nenhuma ligação com o seu estilo de música. "As pessoas pensam, às vezes, que tocamos um rock pesado, mas na verdade a filosofia deste projeto é pop-rock", afirma o baixista HD.

    Código planejado
    A banda realizou seus primeiros shows em 2001 e desde então, não parou mais. "O projeto vem sendo idealizado desde 98, mas só conseguimos dar a guinada inicial há dois anos", diz HD. O gosto musical do grupo é bastante eclético e, segundo Bruce, "cada um já havia passado por um estilo bem diferente, antes de chegar aqui. O HD vem de um estilo Legião Urbana, o Kid é mais metal, o Tarcísio black-music, o Klinger é Bon Jovi e eu sou MPB", revela.

    Foto e caricatura da 1ª formação da banda


    O pop-rock red
    No repertório, muito pop-rock com arranjos próprios para as músicas de Renato Russo, Jota Quest, Cássia Eller, Engenheiros do Hawaí, Capital Inicial e outros. Além disso, há espaço para o pop-rock internacional e as composições próprias como "Erros do Passado", "Pensando em você", "Paradoxo", Moleque e Flores do Jardim - clique no nome das músicas para ouvir.

    O original do Código Vermelho


    HD - Na verdade, seu nome é Hanalton, mas o apelido de HD veio dos integrantes do grupo, já que ele tem mania de armazenar todas as informações relativas a shows, ensaios e material da banda.




    Bruce - O apelido já existe desde criança, mas os rapazes garantem que ele pode ser considerado o "Bruce Lee" do Código Vermelho.





    Kid - Seu nome é Marcelo e sua marca registrada é o cabelo. A cada show, um cabelo diferente. Pode ser azul, verde, rosa ...








    Klinger - É fã do Bon Jovi e tem um jeito brincalhão. Adora contar piadas e casos engraçados.







    Tarcísio -É influenciado pela black music. Com a galera é extrovertido, mas com os desconhecidos o rapaz fica bastante tímido, por isso ele resolveu não aparecer na foto. Seus grandes talentos são a composição de letras e arranjos, além de ser um grande desenhista.


    Trabalho consolidado
    Os rapazes do Código Vermelho já têm um CD Demo, que foi gravado no final de 2002. E, só pra ter idéia do potencial dessa galera, eles têm prontinhas mais de cem músicas próprias que tratam de temas como o amor, a amizade, os problemas da juventude e realidade social do país. "Ainda não gravamos muitas dessas músicas porque esperamos o momento certo para elas entrarem", afirma HD. O parceiro Bruce completa: "não adianta ter quantidade, a qualidade do trabalho é essencial".

    No início de 2004, a banda vai gravar seu 2º CD e promete que, logo após o Carnaval, irá divulgar seu novo trabalho com shows por toda a cidade.

    *Renata Silva é estudande do 5º período de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.