Páscoa aquece mercado juizforano durante a Semana Santa Lojas que comercializam produtos típicos da época chegam a registrar
aumento de 80% em relação ao resto do ano. Compradores já estão nas ruas

Clecius Campos
Repórter
31/03/2009

Há pouco mais de duas semanas para a Páscoa, os comerciantes comemoram o aumento das vendas de produtos típicos da época. Lojas que oferecem chocolate, peixes e vinhos chegam a vender até 80% mais que em outras épocas do ano.

Segundo o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Vandir Domingos da Silva, esse é o período em que as lojas especializadas em produtos típicos da Semana Santa mais lucram. "É como se fosse Natal para os empresários. Esperamos um aumento nas vendas de 40% em relação ao ano passado", informa.

Conforme a proprietária de uma fábrica de chocolates, Glória Braga, o movimento na loja está melhor a cada ano. "Estamos vendendo mais do que na Páscoa passada. Registramos um aumento de quase 80% em relação às vendas fora deste período." As encomendas potencializam os lucros. "Atendemos prefeituras da região, escolas e creches."

Peixes e vinhos

Numa peixaria no centro da cidade, o volume de vendas também sobe. O acréscimo, de acordo com o gerente Onício Pedro, chega a 40%. "Os clientes procuram os produtos mais baratos, como a cavalinha, o tira-vira e a corvina". Entre os frutos do mar, o camarão é o mais vendido.

foto de peixes foto de vinhos

Já o proprietário de uma adega no centro da cidade, Allan Yanin, afirma que ainda não registrou um incremento nos negócios em relação ao ano passado. "Acredito que os clientes vão aparecer na semana da Páscoa. Já é um costume deixar as compras para a última hora." Segundo o empresário, o movimento na loja cresce 15% durante este período. "A Páscoa só não supera as festas de final de ano e o Dia dos Pais", afirma.

Para todos os bolsos

foto de mini-ovos As lojas que vendem produtos típicos de Páscoa oferecem alternativas de produtos que agradam todos os bolsos. Ovos de chocolate podem variar de R$ 1,15* a R$ 50*, dependendo do tamanho e da marca. Os produtos com 200g podem ser encontrados a R$ 14* ou R$ 20*. Os ovos maiores, com 750g, chegam a custar R$ 50*.

Para quem prefere economizar, as lojas que fabricam os próprios ovos, apresentam preços mais em conta. Um ovo com 700g custa em torno de R$ 15*. Os mini-ovos saem a R$ 0,35* cada.

A auxiliar de escritório, Rita Oliveira, já foi às compras. "Estou levando ovos para os afilhados, para os sobrinhos e para as crianças menores da família. Minha mãe vai ganhar uma caixa de bombons." Ela afirma que está comprando mais este ano. "Imaginava que os produtos estivessem mais caros. Estou aproveitando o preço e o dinheirinho sobrando para levar mais", diz.

No mercado de peixes, a cavalinha é o produto mais barato, variam entre R$ 4,90* e R$ 5,40*, o quilo. O cação é o mais caro. O quilo sai a R$ 16,90*. Os vinhos podem custar de R$ 24* a R$ 400*. Bebida acima de R$ 400*, deve ser encomendada.

*Os preços foram fornecidos em março de 2009.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.