• Assinantes
  • Pelo Brasil
    Sábado, 17 de fevereiro de 2018, atualizada às 11h45

    Economia com o horário de verão em Minas é suficiente para atender JF

    Da redação

    O horário de verão termina neste domingo, 18 de fevereiro, a partir da zero hora, quando os relógios das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste serão atrasados em uma hora. Segundo a assessoria da Cemig, durante os 126 dias da medida foi registrada uma redução diária de 4% na demanda do horário de ponta ou 350 megawatts. Essa economia é suficiente para atender, durante todo o período do horário de verão, o pico de carga de uma cidade de 800 mil habitantes, equivalente à soma das cidades de Juiz de Fora e Sete Lagoas.

    Em termos gerais, a Cemig registrou redução no consumo de energia de 0,5% em Minas Gerais, o que significa uma economia de 108.000 megawatts-hora. Essa energia seria suficiente para abastecer Belo Horizonte, com mais de 2 milhões de habitantes, durante nove dias.

    De acordo com o engenheiro de planejamento energético da Cemig, Wilson Fernandes Lage, o objetivo do horário diferenciado é que a população aproveite a iluminação natural mais longa – característica da estação – e reduza a demanda energética no horário de pico, das 18h às 21h.

    Atendendo a um pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o governo federal alterou o período de vigência do horário de verão por meio do Decreto nº 9.242/2017. O objetivo dessa mudança é evitar atrasos na apuração e na divulgação dos resultados do segundo turno das eleições. Essa alteração acontecerá a partir de 2018/2019.

    Dessa forma, o início do horário de verão passa a ser no primeiro domingo de novembro de cada ano, em vez do terceiro domingo de outubro como foi no ano passado, mantendo o término do período no terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte, exceto quando coincidir com o carnaval, como é atualmente.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.