Terça-feira, 23 de julho de 2013, atualizada às 14h20

Câmara implanta canal de Ouvidoria pela internet

Eduardo Maia
Repórter
coletiva ouvidoria

Se o cidadão precisa registrar alguma reclamação, sugestão ou manifestar sua opinião em relação a algum serviço público, ele pode utilizar do novo sistema de ouvidoria parlamentar da Câmara de Juiz de Fora. O serviço foi informatizado e permite ao usuário realizar o contato de maneira mais rápida, inclusive com a emissão de um protocolo para acompanhar o andamento da solicitação.

A nova ferramenta foi apresentada pelo vereador Rodrigo Mattos (PSDB), ouvidor da Câmara desde o início deste ano. Implantado em 2011, o serviço não recebia um número expressivo de solicitações, registrando apenas sete contatos até o fim do ano passado. Desde o início de 2013, quando as solicitações começaram a ser enviadas por e-mail, o serviço já registrou cerca de 130 pedidos (veja os gráficos abaixo).

Segundo Mattos, é comum a queixa sobre a falta de atendimento médico, buracos de rua, ou até mesmo imprudências no trânsito. Ele afirma que todas as solicitações registradas são devidamente encaminhadas aos órgãos competentes. As demandas enviadas aos setores da Prefeitura terão o prazo de dez dias para uma resposta ao solicitante, exceto em casos mais complexos. Se a mensagem for arquivada, o cidadão receberá uma resposta explicando o ocorrido.

O acesso ao canal da Ouvidoria é feito diretamente pelo site da Câmara, através do link Contato. Ao clicar, o usuário fará sua solicitação em um box, onde também deverá informar o seu nome, e-mail e o tipo de requisição que deseja fazer. O contato também pode ser feito pelo telefone 0800 970 07 07 ou pessoalmente no Palácio Barbosa Lima, situado na rua Halfeld 955, Centro de Juiz de Fora.

Painel eletrônico

Ao final da coletiva, que apresentou as modificações na Ouvidoria, o presidente Júlio Gasparette (PMDB), informou também que a Câmara planeja a instalação de um painel eletrônico no plenário, já para o próximo mês. O recurso possibilitará ao cidadão acompanhar as votações em tempo real. Segundo ele, esta implantação faz parte de um "plano de mudanças que vem acontecendo em todas as instâncias legislativas estaduais e municipais", relata.

acessa

grafico

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.