Quarta-feira, 2 de outubro de 2013, atualizada às 15h47

Ministra Marta Suplicy visita o museu Mariano Procópio após anúncio de patrocínio de R$ 2 mi para obras de restauração

Eduardo Maia
Repórter
marta

Em visita a Juiz de Fora na manhã desta quarta-feira, 2 de outubro, a Ministra da Cultura, Marta Suplicy, e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Angelo Oswaldo, formalizaram o investimento de R$ 2 milhões que serão empregados nas obras de restauração do complexo do Museu Mariano Procópio. O montante é parte de um investimento de R$ 20 milhões que a Petrobras subsidiou para a preservação de 12 museus brasileiros.

A ministra afirma que o Mariano Procópio será um instrumento importante para estimular o turismo durante a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. "É um museu que está no espectro onde os turistas se locomovem, próximo à Belo Horizonte e do Rio de Janeiro, e o trabalho que está sendo feito é de extrema responsabilidade, muito rígido no controle do que está sendo investido e no restauro das peças", afirma.

Para o presidente do Ibram, o museu não pode continuar fechado e a soma de esforços para a restauração irão colaborar com a sua reabertura. "É inimaginável que um museu com dimensão nacional e internacional fique de portas fechadas. Temos aqui coleções de arte europeias que raramente se encontram na Europa, e uma coleção imperial que raramente se vê em outro museu brasileiro. O Mariano Procópio tem uma dimensão singular no quadro da museologia do Brasil", diz.

Questionado sobre a grande parte dos recursos que ainda faltam para inteirar o montante de R$ 30 milhões, valor necessário para custear toda a obra de restauração do museu, Oswaldo disse que isso não influenciará na reabertura do local. "Isso não nos assusta. Temos que valorizar os R$ 12 milhões, que já nos permitem uma grande arrancada. O museu está saindo da inércia e vai abrir as suas portas."

O prefeito de Juiz de Fora, Bruno Siqueira (PMDB), acompanhou a visita e afirmou que os recursos federais se somarão aos já conquistados e proporcionarão a reabertura do museu já no ano que vem. "Acreditamos que em 2014 iremos abrir parte do museu, cumprindo um compromisso com o governo do estado." O prefeito lembra que já foram captados também recursos a partir de emendas parlamentares dos deputados federais Marcus Pestana (PSDB) e Margarida Salomão (PT), além de R$ 1 milhão da MRS Logística.

Concorrência Pública

A Prefeitura de Juiz de Fora promove nesta quinta-feira, 3 de outubro, a concorrência pública para contratar a empresa de engenharia que vai dar continuidade às obras da segunda etapa de restauração da Villa Ferreira Lage – fachadas e decorativismo interno - e reforço do seu sistema estrutural. O valor da obra corresponde a R$ 5,5 milhões de reais, custeados pelo Governo de Minas, com prazo de execução de 11 meses.

De acordo com o prefeito, a licitação cumpre um compromisso realizado com o governo do estado. "Esperamos na semana que vem a visita do governador Anastasia e, quem sabe, já teremos o nome da empresa que vencer a licitação para que possamos iniciar as obras de restauração do nosso museu", diz.

Manifesto

martaDurante a visita da Ministra da Cultura, o movimento dos moradores Benfica bem melhor entregaram à ministra uma carta que pedia pela valorização dos profissionais locais nas atividades no edital de ocupação das praças dos Centros de Artes e Esportes Unificados (CEUs). Serão destinados R$ 100 mil para a realização de atividades, de quarta a domingo, nestes locais no período de seis meses.

No edital, a valorização e o reconhecimento da arte local consta como um dos quesitos de menor pontuação para a obtenção dos recursos. Segundo a entidade, o documento de ocupação "está indo na contramão de tudo o que era pensado para a melhor forma de utilização dos locais" e considera que a intenção do Ministério da Cultura "é a melhor possível, mas acaba favorecendo empresas ou associações". Marta recebeu os moradores para uma conversa dentro do Museu Mariano Procópio, mas não foi aberta à imprensa.

O Museu Mariano Procópio é uma das referências do acervo do Brasil Império. Em 23 de junho o museu completou 92 anos de sua inauguração oficial. A Villa Ferreira Lage, residência de Mariano Procópio, data de 1861, e o Prédio Mariano Procópio, construído especialmente para ser um museu, é de 1922, tendo sido doado à cidade em 1936, por Alfredo Ferreira Lage. A instituição reúne mais de 53 mil itens de grande valor histórico, artístico e científico, com destaque para o acervo do Império brasileiro, protegido por tombamento municipal e estadual.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.