Juiz de Fora - MG

Deputados estaduais eleitos falam sobre projetos para nova legislatura

Antônio Jorge, Missionário Marcio Santiago, Lafayette Andrada, Noraldino Junior e Isauro Calais são os nomes que vão representar Juiz de Fora na ALMG

Lucas Soares
Repórter
11/10/2014

Juiz de Fora elegeu, pela primeira vez em 12 anos, cinco nomes da cidade para uma cadeira na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte. Entre os nomes escolhidos, quatro irão representar pela primeira vez a cidade no Palácio da Inconfidência: Antônio Jorge (PPS), Missionário Marcio Santiago (PDT), Noraldino Junior (PSC) e Isauro Calais (PMN). Além deles, Lafayette Andrada (PSDB) foi reeleito.

A volta da representatividade da cidade foi celebrada pelos próprios deputados, que prometem trabalhar em conjunto para conseguir mais recursos para a região, como a conclusão do Novo Hospital Regional, na Zona Norte, e mais investimentos nas áreas de segurança pública e geração de emprego e renda.

Antônio Jorge (PPS) - 93.034 votos

O médico Antônio Jorge de Souza Marques, 53 anos, foi eleito para seu primeiro mandato na ALMG. Natural de São Paulo (SP), mas com residência fixa na cidade desde criança, Antônio Jorge já cumpriu dois mandatos como vereador em Juiz de Fora, entre 2000 e 2006 - quando deixou a Câmara para assumir o cargo de vice-secretário estadual de saúde, no governo Aécio Neves. No governo Anastasia, a partir de 2010, foi promovido a secretário estadual de saúde. Antônio Jorge é servidor público de carreira, tendo também já ocupado o cargo de secretário de saúde em Juiz de Fora. "Estou muito satisfeito com a minha votação, que superou todas as expectativas. Foram mais de 20 mil votos em Juiz de Fora, eu estou muito agradecido por isso", explica. O legislador promete fazer um mandato à favor da saúde.

Missionário Márcio Santiago (PDT) - 76.551 votos

O servidor público estadual Márcio Santiago (PTB), 35, foi eleito para o seu primeiro cargo eletivo. Nascido em Juiz de Fora, onde mantém domicílio eleitoral, Márcio exerce o cargo de agente prisional e também atua na Igreja Mundial do Poder de Deus, liderada pelo apóstolo Valdemiro Santiago, que é tio do deputado eleito. "Nosso mandato vai ser voltado para as questões sociais, pelos nossos jovens e crianças. Pelo incentivo à escola, prevenção e combate à criminalidade. Além disso, dar melhores condições para os agentes penitenciários e trabalhar para resgatar o valor da família, que é uma coisa que estamos perdendo. Juiz de Fora ganhou um presente com cinco deputados e nós precisamos trabalhar juntos para fomentarmos a nossa cidade, lado a lado com o nosso prefeito Bruno Siqueira (PMDB) e lutarmos juntos por uma causa maior que é a nossa cidade", comenta.

Lafayette Andrada (PSDB) - 58.088 votos

Lafayette Andrada, 47, foi reeleito para o terceiro mandato em uma das cadeiras na ALMG, só que, pela primeira vez, como deputado de oposição, como ele próprio define. Apesar de ter nascido em Belo Horizonte, Andrada é formado em direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e foi vereador na cidade. Ele também já foi legislador municipal em Lavras, entre 1992 e 1996, além de ocupar o cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico de Barbacena, entre 1997 e 1998. "A responsabilidade é diferente agora. É o primeiro que não estou alinhado com o governo, então as tarefas de um deputado de oposição são diferentes da de um do governo. Cabe muito mais uma posição de fiscalização e exigência do cumprimento das promessas pelo candidato vitorioso", diz. Segundo Lafayette, sua ligação é muito forte com a área da educação e da segurança, onde vai focar os esforços em benefício da região.

Noraldino Júnior (PSC) - 51.871 votos

Noraldino Júnior, 38, foi o deputado estadual mais votado em Juiz de Fora, alcançando 38.471 votos na cidade, um total de 74,16% do que representou sua eleição. Atualmente cumpre o segundo mandato como vereador na Câmara Municipal e também já atuou na Superintendência da Agência de Gestão Ambiental de Juiz de Fora (Agenda-JF), entre 2006 e 2008, quando Alberto Bejani foi prefeito. O ex-vereador José Emanuel (PSC) irá assumir seu lugar no Palácio Barbosa Lima. "Eu não fiz minha campanha baseada em promessas e, sim, baseada em trabalho. Para mim, o principal objetivo é trabalhar em prol de Juiz de Fora e região. Nós ficamos por muito tempo com baixa representatividade na ALMG e hoje, com o número de deputados eleitos, vamos poder fazer a diferença. Assim como fui vereador, quero fazer a população participar durante todo o meu mandato", revela.

Isauro Calais (PMN) - 51.569 votos

Isauro Calais cumpre seu quinto mandato como vereador na Câmara Municipal de Juiz de Fora. Aos 53 anos, vai assumir, pela primeira vez, uma cadeira na ALMG, sendo eleito com apoio do prefeito Bruno Siqueira. Foi presidente da câmara entre 2001 e 2004, além de atuar como defensor público. Sua vaga no Palácio Barbosa Lima será do radialista Léo de Oliveira (PMN). "Acho que todos os deputados daqui devem visar o desenvolvimento de Juiz de Fora e região. É fundamental que a cidade receba investimentos. Não é justo Uberlândia ter 20, 30 voos para o Brasil e Juiz de Fora não ter nenhum, ou mesmo as empresas saindo daqui para irem para os grandes centros. Precisamos de uma reforma tributária, trazer emprego e renda para a cidade. Vou lutar para a finalização das obras do Hospital Regional. É preciso ter um envolvimento de todos para fazer com que a região cresça", garante.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.