Juiz de Fora - MG

Quarta-feira, 24 de junho de 2015, atualizada às 17h50

Sancionada lei para multar quem tiver foco do mosquito da dengue em casa

dengue

Duas leis propostas pelo Legislativo foram sancionadas nesta quarta-feira, 24 de junho, pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). A primeira de autoria do vereador José Fiorilo (PDT) proíbe que os juiz-foranos alimentem pombos em espaços públicos. Já outra norma institui penalidade para os proprietários de bens móveis em geral, em que sejam encontrados focos do mosquito aedes aegypt. O projeto de lei foi elaborado pelo legislador Chico Evangelista (PROS).

Segundo Fiorilo a concentração deste tipo de ave nos centros urbanos é uma questão de saúde pública. Alergias, micoses e meningite estão entre as 70 doenças transmitidas aos humanos por meio da inalação da poeira gerada pelas fezes ressecadas de pombos. Os pulmões e até o sistema nervoso central podem ser comprometidos.

O vereador propõe a conscientização da comunidade sobre o problema. "Cabe a cada um fazer sua parte diante de uma questão que afeta a todos." As pessoas que não colaborarem estarão sujeitas a advertência e multa de R$ 200, em caso de reincidência.

Já no caso de foco de dengue, o infrator deve pagar multa no valor de R$ 700, que pode ser dobrado em caso de reincidência. A penalidade só não será aplicada se tomadas providências para erradicação do foco dentro do prazo estipulado pelos agentes públicos.

 

Com informações da Câmara Municipal de Juiz de Fora

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.