• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Como a prática da atividade física afeta o sistema imunológico do idoso


    Geraldo Heleno 10/06/2020

    Você conhece os riscos que sedentarismo na terceira idade podem causar? Vou te explicar. Já na terceira idade isso se torna uma exigência. A perda motora e a falta de ânimo são comuns nessa fase da vida.

    Dentre vários fatores que levam a baixa imunidade do idoso, uma delas, em especial para o momento que estamos passando em isolamento, é o sedentarismo. Muitos idosos não praticam nenhum exercício físico, e isso pode acontecer devido a problemas de mobilidade. Músculos fracos, problemas articulares e dores frequentes fazem com que eles evitem o exercício ou reduzam a frequência das atividades.

    A prática de atividade física mantém as funções orgânicas no seu melhor funcionamento e não deixam reduzir as reservas fisiológicas, prevenindo muitas doenças. O exercício físico é responsável por alterações no sistema imunológico por gerar um estresse físico, liberando hormônios (ex: cortisol e adrenalina) que promovem mudanças nas células desse sistema. Essas alterações estão ligadas ao tipo, duração e intensidade da atividade física. A melhor resposta do sistema imune é a uma atividade moderada contribuindo para o controle da invasão de micro-organismos, como vírus e bactérias. Mas um exercício extenuante pode fazer o inverso, deixar o organismo suscetível a estes agentes invasores, aumentando principalmente o risco de adquirir uma infecção no trato superior respiratório.

    Talvez você não saiba, mas independentemente da COVID-19, gripes e pneumonias matam milhares de pessoas a cada ano. A parcela da população acima de 60 ou 65 anos é a mais afetada por esses problemas de saúde, o que nos faz questionar: por que a imunidade do idoso é tão frágil? Uma delas, como já dito acima, é a vida sedentária. Nesta condição, ele acaba perdendo a oportunidade de manter suas células de defesa prontas para atacar o inimigo.

    Quando o idoso tem sua mobilidade prejudicada, ele pode se tornar menos autônomo. Se ele depende de alguém para sair de casa, seu período de exposição ao sol também diminui, o que reduz ainda mais sua imunidade.

    Devemos manter nosso idoso rodeado por amigos e familiares queridos: esse é o grande segredo da longevidade.

    É importante ressaltar que em todos os casos, o idoso deve passar por uma Avaliação Médica antes de iniciar a atividade e, ao executá-las, tenha o devido acompanhamento de um profissional de Educação Física qualificado.

    Gostou desse artigo? Então fique por dentro das nossas redes sociais que teremos novidades em breve!

    Geraldo Heleno é Profissional de Educação Física CREF 022796-G/MG
    Personal Trainer, Consultor Fitness
    Sócio Proprietário da GHPERSONAL - Consultoria Esportiva
    Pós-graduado em Treinamento Desportivo UFJF
    Especialista em Treinamento para Terceira Idade (Gerontologia)
    Pós-graduando em Gerontologia SENAC
    Web: www.ghpersonal.com.br
    Instagram: @ghpersonal.consultoria
    Página no Facebook: GHpersonal - Consultoria Esportiva

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.