• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Terça-feira, 4 de agosto de 2009, atualizada às 20h26

    Prefeitura cria Comitê de Enfretamento da Influenza A. Ambulatório de atendimento exclusivo a pacientes com a doença será criado no Centro

    Clecius Campos
    Repórter

    A Prefeitura de Juiz de Fora instituiu o Comitê Municipal de Enfrentamento da Influenza A (H1N1), na noite desta terça-feira, dia 4 de agosto. De acordo com o prefeito Custódio Mattos, o grupo foi criado a fim de que a administração municipal tenha um controle maior sobre a evolução da doença na cidade e possa tomar decisões de forma mais sistemática. "O comitê tem o poder de deliberar ações relacionadas à contenção da gripe A, inclusive o de tomar soluções imediatas para impedir um surto na cidade, como evitar ocasiões de aglomerações."

    Uma das ocasiões mencionadas pelo prefeito é a realização, a menos de 15 dias, da Rainbow Fest e do Miss Brasil Gay. O temor é que a chegada de turistas possa ocasionar o aumento de casos suspeitos no município. Na próxima quarta-feira, dia 5 de agosto, o comitê começa a definir a estratégia que vai adotar em relação aos eventos. "A Prefeitura não precisa seguir religiosamente o que é recomendado pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mas é necessário que a realização dos eventos seja estudada com precaução." Já na quarta-feira, os organizadores devem ser notificados de que qualquer resolução pode ser tomada, ao longo da semana.

    O diretor do Movimento Gay de Minas (MGM), Marco Trajano, informa que a organização da Rainbow Fest aguarda a comunicação da Prefeitura para tomar qualquer decisão. Mas acredita que a realização do evento não contribui com a disseminação da doença. "Todas as nossas atividades que podem causar aglomeração de pessoas são a céu aberto. Além disso, este ano, a festa ocorre em espaços diversos e prevê diluição do público."

    Ambulatório vai atender pacientes notificados

    Nos próximos dias será criado um ambulatório referenciado para atendimento de pacientes notificados, encaminhados pelos serviços de atenção básica à saúde. De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde, que assume a presidência do novo comitê, Ivander Mattos Vieira, os profissionais receberão treinamento da SES e prestarão também esclarecimento aos demais profissionais de saúde, quando necessário. O local ficará aberto das 6 h às 22 h. A Prefeitura escolhe entre dois locais na região central da cidade para instalação do ambulatório.

    Leitos de internação serão reservados

    Dos sete leitos destinados ao atendimento de pacientes com suspeita de H1N1, quatro estão ocupados para esse fim. De acordo com o subsecretário de Urgência e Emergência, Claúdio Reiff, será solicitada a reserva de leitos de internação, em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), na rede pública e na rede privada para acompanhamento de casos graves. "A ideia é manter leitos apenas para quem realmente precisa estar internado. Por isso, vamos pedir o adiamento de cirurgias eletivas, para evitar possíveis internações em UTIs da cidade. Além disso, será necessário vocacionar leitos para esse fim, com isolamento adequado."

    Reinício das aulas

    O grupo fica responsável também por definir o reinício das aulas, que só será permitido na rede municipal diante avaliação técnica da situação da doença na cidade. O objetivo é unificar a atenção à Gripe A nas redes estadual e particular de ensino. Na próxima quinta-feira, 6 de agosto, a partir das 15h, diretores das escolas municipais participam do Dia D de comunicação para o enfrentamento da nova gripe, quando a SES, vai transmitir informações pelo Canal Minas Saúde às unidades básicas, no auditório da Gerência Regional de Saúde (GRS). Outros 22 pontos de exibição serão implantados na cidade.

    Integram o comitê os subsecretários de Vigilância em Saúde, de Urgência e Emergência, de Regulação e de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde, um membro do Conselho Municipal de Saúde e um integrante da Associação dos Hospitais de Juiz de Fora. Para representar o Estado, foram convidados a compor o grupo o gerente Regional de Saúde e os coordenadores regionais de Vigilância em Saúde e de Assistência Farmacêutica.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.