• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Sexta-feira, 23 de outubro de 2009, atualizada às 18h09

    Crianças até dois anos terão vacina gratuita contra meningite C

    Clecius Campos
    Repórter

    As crianças juizforanas de até dois anos poderão receber vacina contra a meningite meningocócica C gratuitamente. A partir de 28 de novembro, o governo de Minas Gerais disponibilizará doses suficientes para imunizar 18.200 crianças nessa idade na microrregião sob comando da Gerência Regional de Saúde em Juiz de Fora. Na cidade, a meta é vacinar 100% dos menores de dois anos, cerca de 14 mil crianças.

    Segundo o gerente regional de saúde, Cláudio Reis, a faixa etária de maior incidência da doença é de zero a quatro anos, sendo que, até os dois anos, a criança tem mais possibilidade de contrair o mal. "Isso porque o menor está com estado imunológico em formação e por isso é mais suscetível."

    De janeiro a outubro deste ano, 34 casos de meningite foram registrados em Juiz de Fora. Quatorze foram identificados em crianças com menos de cinco anos. Para diminuir os números, serão administradas às crianças com menos de um ano duas doses da vacina, com intervalo de 60 dias. Já aquelas com idade entre um e dois anos vão receber dose única.

    A iniciativa é inédita no Brasil e vai disponibilizar 800 mil doses em Minas Gerais. Na rede particular, a vacina tem preço médio de R$ 150 cada dose. Segundo Reis, a economia não beneficia somente os usuários. "O sistema de saúde também reduz custos com internação em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs), que fica em torno de R$ 8 mil por paciente." Segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES), a partir do final de 2010, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) passa a produzir a vacina. A expectativa é de que em 2011, o Ministério da Saúde inclua a imunização no calendário nacional.

    A doença

    As meningites são inflamações nas membranas que recobrem o sistema nervoso central (as meninges). Podem ser causadas por vários microorganismos como bactérias, fungos, vírus e parasitas, além de alguns agentes não infecciosos. A bactéria Neisseria meningitidis (meningococo) é um dos agentes que causa maior preocupação, por apresentar grande incidência de mortalidade. A infecção pelo meningococo pode manifestar-se de várias formas, o que vai determinar possíveis sequelas.

    Os principais sintomas são febre, dor de cabeça intensa, vômitos, prostração e convulsões. A forma mais grave da doença meningocócica, a meningococcemia, manifesta-se como uma infecção generalizada (septicemia) com manifestações hemorrágicas, podendo levar ao óbito em menos de 24 horas.

    A transmissão da doença ocorre através do contato íntimo com um portador assintomático ou um doente, ou ainda através do contato direto com secreções respiratórias. O contato íntimo inclui principalmente moradores do mesmo domicílio, pessoas que compartilham com o doente o mesmo ambiente e as que compartilham alimentos, copos e talheres sem higienização. As meningites ocorrem o ano todo, sendo mais frequentes no inverno ou na estação seca.

    Fonte: Agência Minas

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.