Quarta-feira, 17 de março de 2010, atualizada às 13h

UBS Progresso atende com apenas um médico há 30 dias

Pablo Cordeiro
*Colaboração

Na manhã desta quarta-feira, 17 de março, cerca de 40 usuários que esperavam atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Progresso iniciaram uma confusão, que precisou ser contida pela segurança. Segundo o conselheiro municipal e regional de saúde, Ivanir Stoppa, a confusão começou porque há apenas um médico para atender os pacientes há 30 dias. “O pior é que as pessoas culpam os funcionários", ressalta.

O agravamento do quadro de funcionários ocorreu quando dois profissionais deixaram de atender no local. Uma médica tirou licença-maternidade e outra teve o contrato rescindido devido ao fim dos contratos com a AMAC. Segundo a assessoria da Secretaria de Saúde, a pasta tem conhecimento da falta de profissionais na UBS do Progresso e já toma medidas para solucionar o problema. Além de convocar médicos concursados para os cargos do Programa de Saúde na Família (PSF), a secretaria também providencia a admissão de enfermeiros.

Dez médicos estão na lista de convocados (veja aqui) publicada nesta quarta-feira pela Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH). Eles deverão ser direcionados para as unidades onde há falta de profissionais do PSF. Conforme a assessoria, a contratação dos profissionais deverá ocorrer logo após a análise dos documentos necessários para a validação dos títulos. A comissão irá receber e avaliar os documentos em até cinco dias úteis. Após a aprovação, a contratação será imediata.


*Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.