• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Campanha de vacinação contra as gripes comum e H1N1 em JF é prorrogada até o dia 1º de junhoAté o momento, 51,94% do público previsto recebeu a dose da vacina. O objetivo é imunizar pelo menos 80% do grupo prioritário

    Jorge Júnior
    Repórter
    3/3/2012
    vacina

    A campanha de vacinação contra as gripes comum e H1N1 foi prorrogada até o dia 1º de junho, sexta-feira, em Juiz de Fora. A previsão era que o encerramento acontecesse nesta sexta-feira, 25. Segundo a Secretaria de Saúde (SS) da cidade, até o momento, 51,94% do público previsto recebeu a dose da vacina, o que representa 46.629 pessoas referentes ao grupo previamente definido pelo Ministério da Saúde (MS).

    O objetivo, ainda segundo a SS, é imunizar pelo menos 80% das 89.769 pessoas que fazem parte dos grupos prioritários definidos pelo MS, que são: idosos com 60 anos ou mais, grávidas em qualquer período gestacional, crianças com idade entre seis meses e dois anos, além de profissionais de saúde que prestam atendimento diretamente a pacientes com suspeita da doença.

    Com a ampliação do prazo, a expectativa é que um número maior de pessoas seja imunizado. "A nossa meta é vacinar 80% das pessoas que compõem o grupo prioritário. Quanto mais juiz-foranos imunizados é melhor para a cidade, porque as pessoas não vão adoecer e a circulação do vírus diminui", explica a enfermeira do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEA), Maria Hélida de Almeida, que não descarta a possibilidade de vacinar todo o grupo prioritário. "O ideal é uma cobertura homogênea."

    Com a imunização, Maria Hélida destaca que a proteção conferida pela vacina contra a gripe é de aproximadamente um ano e a redução do número de internações por pneumonia é grande. "A queda nas internações por pneumonia, incluindo outros grupos vacinados contra a Influenza, como crianças e gestantes, é de 32% a 45%. Em se tratando de mortalidade global, a redução é de 39% a 75%."

    Postos de vacinação

    Quem ainda não se imunizou pode encontrar a vacina em todas as unidades de Atenção Primária à Saúde (Uaps). Para as crianças, as doses estão disponíveis também no Departamento de Saúde da Criança e Adolescente (DSCA), localizado na rua Espírito Santo 1.023, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Além disso, a imunização ocorre no PAM Marechal, na rua Marechal Deodoro 496 e na Policlínica de Benfica das 8h às 17h. "Quem ainda não se vacinou deve procurar uma Unidade Básica de Saúde o mais rápido possível, para ficar em dia com o cartão de vacina. Além disso, a Secretaria de Saúde está realizando buscas ativas nos domicílios e nas áreas descobertas." Neste sábado, 25, o horário de vacinação será ampliado, operando das 8h às 13h.

    Juiz de Fora bateu a meta de vacinação contra a gripe, determinada pelo Ministério da Saúde, nos últimos dois anos. Em 2010, 53.803 idosos foram vacinados, o que representou 81,6% desse público, e em 2011, 57.730 idosos foram imunizados contra a doença, alcançando 84,55%.

    Em Minas

    Em Minas, já foram aplicadas 1.948.455 doses, atingindo assim a cobertura de 64,11%, que no mesmo período em 2011 foi de 81,33%. Na Superintendência Regional de Saúde de Juiz de Fora (SRS-JF), a meta é vacinar 134.082 pessoas, entre idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos (11 meses e 29 dias), gestantes e profissionais de saúde. De acordo com dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), levantados nesta quinta-feira, 24, na SRS-JF, foram vacinadas 76.993 pessoas, alcançando a taxa de 57,42% de cobertura, levando em consideração que em 2011 esta cobertura foi de 77,12%.

    Dos 37 municípios que fazem parte da SRS-JF, apenas oito já atingiram a meta: Aracitaba (89,29%), Bias Fortes (90,71%), Chiador (98,90%), Descoberto (85,67%), Maripá de Minas (85,14%), Olaria (88,01%), Rio Preto (91,39%) e Rochedo de Minas (82,73%).

    As melhores coberturas vacinais da SRS-JF ocorreram nos grupos de profissionais de saúde (64,73%) e no grupo de crianças (59,36%). Ao todo foram vacinados 5.014 profissionais e 7.899 crianças menores de dois anos. O grupo que, até o momento, apresentou a menor cobertura na área da SRS-JF foi o das gestantes, sendo aplicadas 3.229 doses, o que resulta em uma cobertura de 48,53%, superior à cobertura do ano passado, que foi de 42,99%. A meta de cobertura neste grupo foi alcançada em quinze municípios que fazem parte da SRS-JF.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.