Sexta-feira, 1 de novembro de 2013, atualizada às 16h03

Novembro Azul: ações em Juiz de Fora destacam a prevenção contra o câncer de próstata

Câncer de Próstata

Classificado como o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens no Brasil, estima-se que o câncer de próstata tenha registrado mais de 60 mil novos casos em 2012. Durante o mês de novembro, instituições ligadas à área da saúde promovem ações em Juiz de Fora para conscientizar sobre a prevenção e oferecer o apoio necessário aos casos diagnosticados.

Até 17 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer de Próstata, a Secretaria de Saúde promove uma campanha de prevenção em toda a cidade. O evento é realizado em parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e a Faculdade Suprema. Desde o início da campanha, na última semana, já foram atendidos mais de 440 homens nas unidades de Atenção Primária à Saúde (Uaps) dos bairros Santa Efigênia, Nova Era, São Benedito e Jóquei Clube.

Com dez anos de existência, o trabalho disponibiliza em diversas Uaps o exame de próstata, através do toque retal, combinado ao exame de sangue PSA (antígeno prostático específico), marcador mais importante para detectar, estagiar e monitorar o câncer de próstata. As ações de promoção e prevenção à Saúde do Homem são oferecidas na rotina de atendimento das Uaps sempre depois das 18h.

Unimed se veste de azul

Durante todo o mês de novembro, o azul iluminará as fachadas da sede da Unimed, em sua unidade localizada na avenida Rio Branco com a rua Espírito Santo e no Centro de Promoção da Saúde, na Francisco Brandi, no bairro São Mateus. A cor é uma referência ao Novembro Azul, mês de conscientização sobre a importância da prevenção contra o câncer de próstata.

Com a ação, a Unimed Juiz de Fora pretende incentivar a consulta frequente ao médico e os exames que detectam a doença. Além da cor azul, a fachada da loja vai ganhar um adesivo explicativo, serão impressos e distribuídos folhetos orientando sobre prevenção, informativos especiais e cartazes. O site reforça a mensagem e, na sexta-feira, todos os funcionários da Cooperativa serão convidados a trabalhar com laço azuis.

O câncer de próstata

O mal atinge, em grande parte, homens acima dos 50 anos, com fatores de risco ligados ao histórico familiar de câncer de próstata, fatores hormonais e ambientais, hábitos alimentares não saudáveis (dieta rica em gorduras e pobre em verduras, vegetais e frutas), sedentarismo e excesso de peso. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), em casos de histórico familiar, quando o pai ou irmão tenha câncer de próstata antes dos 60 anos, o risco pode aumentar de 3 a 10 vezes, comparado com a população em geral. Nestes casos, de acordo com o Inca, o mais indicado é que as consultas médicas para investigação e diagnóstico precoce da doença comecem a partir dos 45 anos.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.