• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Sexta-feira, 31 de agosto de 2018, atualizada às 16h19

    Caso suspeito de sarampo é investigado em JF. Vacinação continua neste sábado

    Da redação

    O posto de vacinação do PAM-Marechal estará aberto neste sábado, 1º de setembro, das 8h às 17h, para imunização contra sarampo e poliomielite. A campanha será prorrogada pelas próximas semanas, uma vez que a procura pela imunização continua abaixo do esperado em Juiz de Fora. A cidade registrou nessa quinta-feira, 30 de agosto, o primeiro caso suspeito de sarampo em uma criança de 14 meses.

    O Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Saúde (SS) recebeu a notificação e, a partir disso, foram desencadeadas as ações preconizadas pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Estado da Saúde (SES/MG) para bloqueio da doença, como visita da equipe de vigilância epidemiológica e equipe de saúde local na residência da paciente para investigação do caso e possibilidade de outros casos suspeitos; vacinação de bloqueio de transmissão abrangendo contatos da criança com idade a partir de 6 meses de vida, sempre avaliando o cartão vacinal; coleta de material biológico para realização do exame laboratorial para a conclusão do diagnóstico.

    O esquema vacinal do sarampo é de duas doses: a primeira aos 12 meses e a segunda aos 15 meses, e sempre que houver campanha como a que está sendo realizada este mês. A criança com suspeita de sarampo tem 14 meses e, portanto, havia tomado apenas uma dose da vacina.

    Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, o primeiro caso suspeito registrado na cidade ilustra a importância da vacinação como medida de saúde coletiva, "que tem como objetivo proteger não só aqueles que podem tomar a vacina, mas também aqueles que ainda não podem ser imunizados, como as crianças menores de 1 ano, e outros para os quais a vacina do sarampo é contraindicada, como pessoas imunodeprimidas, cujo sistema imunológico esteja enfraquecido ou apresente diagnóstico clínico ou laboratorial de imunodeficiências graves congênitas ou adquiridas, infectadas pelo HIV e com taxas de CD4 (células do sistema imunológico) menor que 15%, gestantes e pessoas com alergia grave aos componentes da fórmula".

    A orientação ad SS é que pais ou responsáveis de menores de 5 anos, levem as crianças para vacinar o mais breve possível. As doses continuam disponíveis nas 63 UBSs, PAM-Marechal e Departamento de Saúde da Criança e do Adolescente (DSCA), de segunda a sexta-feira. Mesmo as crianças que já receberam as doses previstas no calendário vacinal devem tomar o reforço – essa é uma recomendação do Ministério da Saúde.

    Balanço da Campanha

    De acordo com balanço do Setor de Imunização do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (Dvea) da Secretaria de Saúde (SS), a campanha atingiu nesta semana 77% de cobertura do público-alvo, que são crianças menores de 5 anos. A cobertura vacinal da poliomielite subiu de 59,38% para 77,59%, e a do sarampo, de 59,37% para 77,59%. A meta estipulada pelo Ministério da Saúde é de 95%.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.