Quarta-feira, 11 de setembro de 2019, atualizada às 15h38

Caso de sarampo em Juiz de Fora é confirmado em boletim do Estado

Da redação

Nesta quarta-feira, 11 de setembro, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgou em seu boletim epidemiológico a confirmação de um dos dois casos de sarampo registrados, neste ano, em Juiz de Fora. O relatório informa apenas que o paciente teve contato direto com um familiar residente do estado de São Paulo que foi confirmado laboratorialmente para sarampo. Até a última quarta, 4, dois casos já tinham sido confirmados pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). Outros dois casos seguem em investigação.

Na semana passada, a SS confirmou o diagnóstico em um adolescente de 16 anos, morador do Bairro Novo Horizonte. Ele tem registro de somente uma dose da vacina tríplice viral. A investigação da Secretaria descobriu que o paciente esteve em outra cidade e manteve contato com familiares residentes de São Paulo, onde ocorre surto da doença. Após exame da amostra de sangue do garoto foi encaminhado à Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, e teve resultado positivo para sarampo. Este é considerado um caso importado, conforme padrões de avaliação do Ministério da Saúde.

O segundo caso é referente a uma criança, sexo feminino, um ano de idade, moradora do bairro Aeroporto. A equipe da Vigilância Sanitária realizou a investigação e confirmou que a menina esteve em contato em outra cidade, com parentes que residem em São Paulo. Ela foi atendida na rede de saúde particular, que após suspeita efetuou a coleta de material biológico e envio da amostra para o laboratório Pardini, em Belo Horizonte. O resultado do exame acusou positivo e também é considerado importado.

Os dois casos que estão sendo investigados são da mãe do adolescente e de uma criança de um ano e nove meses, internada no Hospital Universitário da UFJF.

Minas Gerais

Desde o início de 2019 foram notificados 489 casos suspeitos de sarampo provenientes de 135 municípios no estado de Minas Gerais. Destes, 183 foram descartados, 288 estão em investigação e 18 casos foram confirmados.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.