Segunda-feira, 1? de dezembro de 2008, atualizada ?s 18 h

M?dicos discutem preven??o, diagn?stico e tratamento da dengue



Daniele Gruppi
Rep?rter

Cerca de 50 m?dicos participam nesta ter?a-feira, dia 2 de dezembro, de um treinamento especifico sobre preven??o, diagn?stico e tratamento da dengue, ?s 20 h, na avenida Independ?ncia, 1.850. No per?odo de chuvas e calor, a preocupa??o com a doen?a aumenta ainda mais, j? que contribuem para aumentar o n?mero de casos, favorecendo a reprodu??o dos mosquitos.

O encontro ser? conduzido pelo m?dico Artur Timerman, mestre em Infectologia pela Universidade de S?o Paulo. Ele vai propor uma discuss?o baseada no Painel de Atualiza??o sobre Dengue, realizado em julho deste ano pela Sociedade de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro.

O painel reuniu m?dicos infectologistas para chegar a um novo consenso sobre alguns pontos importantes relacionados ? doen?a e teve como principal objetivo quebrar paradigmas. Um dos pontos mais discutidos no Painel e que ser? abordado no encontro ? sobre o diagn?stico da febre hemorr?gica da dengue.

N?meros da dengue

A Organiza??o Mundial da Sa?de (OMS) estima que mais de 2,5 bilh?es de pessoas se encontram sob risco de infec??o pelo v?rus da dengue. Em Juiz de Fora, a Secretaria de Sa?de, Saneamento e Desenvolvimento Ambiental(SSSDA) registra aproximadamente mil casos notificados. Do total, 497 foram confirmados, sendo 415 casos aut?ctones, ou seja, de pessoas que moram em Juiz de Fora e contra?ram a doen?a na cidade. Os outros 82 s?o casos importados, em que o morador de Juiz de Fora contraiu a doen?a em outra cidade.