Sexta-feira, 4 de outubro de 2013, atualizada às 17h53

Estudante vai ser indenizada em R$ 8 mil por empresa de ônibus

Rodoviária

Uma estudante deve receber R$ 8 mil em indenização pela Companhia Atual de Transportes, após ter viajado de Belo Horizonte a Juiz de Fora em uma poltrona que, por estar debaixo do ar condicionado, recebia continuamente pingos de água gelada. Como nenhum outro assento estava disponível, visto que o ônibus estava lotado, a mulher passou todo o percurso tentando evitar as gotas que caíam do teto sobre a cabeça.

De acordo com a passageira, ela conversou com o cobrador e solicitou que fosse tomada uma providência. O funcionário lhe deu as alternativas de viajar em pé ou usar uma sacola na cabeça para se proteger da água. Segundo a estudante, devido à exposição prolongada à água fria, ela teve dores no corpo e na garganta, além de contrair uma infecção e amigdalite aguda.

Em Juiz de Fora, a estudante procurou o serviço de atendimento ao consumidor da Atual e tentou formalizar uma reclamação, mas declarou não ter sido ouvida. Com isso, ela deu início a um processo contra a empresa em junho de 2012 e exigiu indenização pelos danos morais. O valor da indenização fixado inicialmente pelo juiz Francisco José da Silva era de R$ 3.732, mas a estudante apelou e os desembargadores Newton Teixeira Carvalho, Cláudia Maia e Alberto Henrique entenderam que o pedido da passageira era justo e aumentaram a quantia para R$ 8 mil.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.