• Assinantes
  • Autenticação
  • Só Sabor
    Felipe Reis Felipe Reis 8/9/2012

    Um bom caldo caseiro é a base para pratos fantásticos

    Oi, pessoa! Na última coluna, sugeri aproveitar a parte escura do alho poró para fazer um caldo de legumes. Se lembram? Depois fiquei pensando e resolvi: nada mais justo que, então, dividir os meus segredos de um bom caldo com vocês.

    O processo para fazer caldo caseiro é extremamente fácil, com resultado bem melhor que os industrializados. Claro que eles são mais práticos, mas aconselho a fazer o seu próprio caldo, quando puder.

    Além de ser mais versátil do que os caldos com base em carne, podendo ser usado com mais chance de acerto, eu prefiro o caldo de legumes por outros três motivos: é mais barato, mais fácil e mais rápido de fazer. Demora ao todo, menos de uma hora e meia, mas por uma hora você não precisa fazer nada.

    Tudo o que você precisa é dar uma leve refogada nos legumes, que nem precisam ser tão fresquinhos, acrescentar ervas e temperos, cobrir com água e deixar cozinhando em temperatura baixa. Esse já é um segredo. Quanto mais tempo ficar cozinhando, no fogo bem baixo, mais vai extrair riqueza de sabor para seu caldo.
    Os tipos de vegetais que pode usar são bastante flexíveis. O sabor não será comprometido se você colocar uma cenoura a mais ou não utilizar pimenta. Entretanto, não adicione brócolis, espinafre ou qualquer outro vegetal de sabor forte. Eles vão sobressair. Batata também deve ser evitada.

    Se tiver, use algum cogumelo. Ele dá uma impressionante intensidade no sabor. Outro segredo: a casca da cebola garante uma cor amarronzada ao caldo.

    O toque especial da receita, acredite, é aquele pedaço esquecido e duro de parmesão ou a casca do queijo. Isso vai deixar o seu caldo com um sabor único.

    Ingredientes

    • 4 talos de salsão picados em partes menores
    • Folhas verdes de 2 alhos poró
    • 3 cebolas inteiras picadas em quatro partes
    • 2 tomates picados
    • 2 cenouras cortada em rodelas
    • 4 dentes de alho amassados
    • ½ pimentão picado
    • 1 pimenta dedo de moça cortada ao meio
    • cogumelos secos a gosto
    • grãos de pimenta do reino a gosto
    • folhas de louro a gosto
    • 5 ramos de tomilho sem debulhar
    • 200 ml de vinho branco seco
    • 2 colheres de sopa de manteiga
    • cascas de queijo parmesão a gosto
    • 2 litros de água

    Passo a passo

    Pique grosseiramente os vegetais. Não precisa picar miúdo. Quanto menos bagunça dentro da panela, melhor. Além disso, seria perda de tempo já que o sabor vai continuar o mesmo.

    Em uma panela grande, aqueça as duas colheres de sopa de manteiga para, antes de adicionar o vinho, saltear os ingredientes ligeiramente. Esse refogar garante um caldo bem mais carregado de sabor.

    Depois de três minutos, adicione 200 ml de vinho branco seco e deixe, em fogo baixo, por cinco minutos.

    Acrescente dois litros de água e, com a tampa entreaberta, deixe apurar por cerca de uma hora.

    Assim que levantar fervura, certifique-se que o fogo está no mínimo. Se o líquido ferver muito e evaporar, os legumes irão despedaçar, espumando o caldo e tornando-o mais escuro.

    Depois que colocar a água na panela também não mexa mais, pelo mesmo motivo.

    Passada uma hora, espere esfriar e depois coe o caldo. Vai render mais ou menos dois litros. Evapora muito pouco.

    Agora que terminamos esse delicioso caldo de legumes, você deve estar se perguntando "o que faço agora?", experimente fazer um risoto, utilizá-lo em uma sopa (como a nossa sopa thai de inhame), para diluir um molho sem perder sabor ou até no preparo de arroz.

    Se quiser, pode congelar também, por até três meses. Lembre-se de rotular com a data, para depois não esquecer.


    4 talos de salsão picados em partes menores Folhas verdes de 2 alhos poró 3 cebolas inteiras picadas em quatro partes 2 tomates picados 2 cenouras cortada em rodelas 4 dentes de alho amassados 1/2 pimentão picado 1 pimenta dedo de moça cortada ao meio Cogumelos secos a gosto Grãos de pimenta do reino a gosto Folhas de louro a gosto 5 ramos de tomilho sem debulhar 200 ml de vinho branco seco 2 colheres de sopa de manteiga Cascas de queijo parmesão a gosto 2 litros de água Pique grosseiramente os vegetais. Não precisa picar miúdo. Quanto menos bagunça dentro da panela, melhor. Além disso, seria perda de tempo já que o sabor vai continuar o mesmo. Em uma panela grande, aqueça as duas colheres de sopa de manteiga para, antes de adicionar o vinho, saltear os ingredientes ligeiramente. Esse refogar garante um caldo bem mais carregado de sabor. Depois de três minutos, adicione 200 ml de vinho branco seco e deixe, em fogo baixo, por cinco minutos. Acrescente dois litros de água e, com a tampa entreaberta, deixe apurar por cerca de uma hora. Assim que levantar fervura, certifique-se que o fogo está no mínimo. Se o líquido ferver muito e evaporar, os legumes irão despedaçar, espumando o caldo e tornando-o mais escuro. Depois que colocar a água na panela também não mexa mais, pelo mesmo motivo. Passada uma hora, espere esfriar e depois coe o caldo.  Vai render mais ou menos dois litros. Evapora muito pouco. Agora que terminamos esse delicioso caldo de legumes, você deve estar se perguntando “o que faço agora?”, experimente fazer um risoto, utilizá-lo em uma sopa (como a nossa sopa thai de inhame), para diluir um molho sem perder sabor ou até no preparo de arroz. Se quiser pode congelar também, por até três meses. Lembra de rotular com a data para depois não esquecer.

    Felipe Reis é jornalista, pós-graduando em Comunicação Empresarial, trabalha com consultoria de comunicação na área política e aventura-se pela cozinha. Acredita que cozinhar é uma saída criativa que desperta os sentidos no fim de longos dias.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.