• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    O que é Big Data?

    Nome do Colunista Marcos Dalamura 18/06/2018

    Caros leitores do Portal ACESSA.com. Meu nome é Marcos Dalamura, sou funcionário público, professor universitário, webmaster e um entusiasta de tecnologia. Mensalmente teremos um encontro aqui no Portal Acessa.com, com novidades e tendências de tecnologias, com uma abordagem simples e clara. Diariamente nos deparamos com diversas inovações, por isso gostaria de compartilhar com vocês estas novidades. Sintam-se à vontade para dar sugestões de temas. No final da coluna, teremos o INFO BITS, onde mostraremos dados estatísticos relacionados à Tecnologia. Boa leitura.

    Big Data

    O termo Big Data é tão amplo quanto seu nome sugere. Para contextualizá-lo e dar sentido a ele segue uma breve explicação: nós vivemos em uma era em que, a cada um ano e meio, se gera a mesma quantidade de dados já criados pela humanidade em todos os tempos.

    Mas afinal, o que são dados? Para um melhor entendimento, vou citar alguns exemplos: uma mensagem enviada via WhatsApp, um post no Facebook, o registro de uma compra em algum site de comércio eletrônico, um cadastro em uma promoção na WEB, um novo contato na sua agenda do celular são exemplos de dados.

    Atualmente, a geração de volumes incomensuráveis de dados por empresas, pessoas e aparelhos, é chamada de Era de Big Data. Logo, podemos dizer que Big Data é o termo usado para descrever grandes e complexos conjuntos de dados que os aplicativos de processamento de dados tradicionais ainda não conseguem lidar. Os desafios desta área incluem: análise, captura, pesquisa, compartilhamento, armazenamento, transferência, visualização e informações sobre privacidade dos dados. Este termo muitas vezes se refere ao uso de análise preditiva e de alguns outros métodos avançados para extrair valor de dados, e raramente a um determinado tamanho do conjunto de dados. Maior precisão nos dados pode levar à tomada de decisões com mais confiança. Além disso, melhores decisões podem significar maior eficiência operacional, redução de risco e redução de custos.

    Qual é a importância do Big Data?

    A importância do Big Data não gira em torno da quantidade de dados disponíveis para as empresas, mas o que as empresas fazem com esses dados. Elas podem obter dados de várias fontes e analisá-los para encontrar respostas que permitem: 1) reduzir custos; 2) economizar tempo; 3) desenvolver novos produtos e otimizar ofertas; 4) tomar decisões mais inteligentes. Quando a empresa combina Big Data com analytics (análise) de alta potência, ela pode realizar tarefas corporativas como:

    • Determinar as raízes de falhas, problemas e defeitos quase em tempo real;
    • Gerar cupons nos pontos de vendas, a partir dos hábitos de compra dos clientes;
    • Recalcular carteiras de riscos completas em minutos;
    • Detectar comportamentos fraudulentos antes que eles afetem a organização.

    Case de Sucesso em Big Data: Big Data on Big Mac

    O McDonalds, uma das maiores redes de fast-food do planeta, trabalha com o gerenciamento de mais de 34 mil restaurantes, servindo mais de 69 milhões de pessoas em 118 países. Tudo isso em uma frequência diária! É natural imaginar que um gigante como esse gere grande quantidade de dados diariamente, certo? Mas o que a rede do “M” mais famoso do mundo faz com todos esses rastros? O McDonalds coleta e combina os múltiplos dados de suas lanchonetes ao redor do mundo a fim de padronizá-los e, com isso, compreender as reações de seu público, as expectativas de cada nicho em torno de seus produtos e as alterações logísticas e de design que podem ser feitas para melhorar a cadeia de serviços.

    Já foram lançados novos sanduíches a partir de estudos de análises de sentimento (Sentiment Analysis) realizados em mídias sociais; foram feitas promoções em tempo real, acompanhadas de perto por cientistas de dados, que mensuraram atentamente as manifestações e reações de seu publico, alterando estratégias em tempo real (in real-time) e até a logística do Drive-Thru é alterada em cada país de acordo com as reações de seus consumidores no que concerne a questões como design, tempo de espera e informações providenciadas por seus funcionários no ponto de retirada dos produtos. Tudo por meio de ferramentas de Big Data.

    É importante lembrar que o principal valor do Big Data não vem dos dados em sua forma bruta, mas do processamento e da análise desses dados e dos produtos e serviços que surgem dessa análise. As mudanças radicais nas tecnologias e abordagens de gestão de Big Data devem ser acompanhadas por mudanças semelhantemente dramáticas na forma como os dados suportam decisões e geram inovação na forma de produtos e serviços.

    Até a próxima coluna com mais novidades sobre Tecnologia.


    Marcos Vinícius Celeste Dalamura
    é mineiro, casado, graduado no Curso Superior de Ciências - Licenciatura Plena em Matemática e no Curso Superior de Tecnologia em Processamento de Dados, ambos pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora - MG. Pós-graduado, em níveis de especialização e aperfeiçoamento, na área de Educação - Psicopedagogia Clínico-Institucional pelas Faculdades Integradas Simonsen - RJ e pós-graduado em Redes de Computadores pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora - MG. Servidor público da Prefeitura de Juiz de Fora - MG, responsável pela Divisão de Tecnologia da Informação do DEMLURB, professor da Universidade Salgado de Oliveira - UNIVERSO no Curso de Sistemas de Informação, Webmaster e um entusiasta de tecnologia.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.