O que é um HD SSD?

Marcos Dalamura Marcos Dalamura 18/01/2019

Caros leitores do Portal ACESSA.com. Meu nome é Marcos Dalamura, sou funcionário público, professor universitário, webmaster e um entusiasta de tecnologia.

Mensalmente temos um encontro aqui, com novidades e tendências de tecnologias, com uma abordagem simples e clara. Diariamente nos deparamos com diversas inovações, por isso gostaria de compartilhar com vocês estas novidades. Sintam-se à vontade para dar sugestões de temas. No final da coluna, teremos o INFO BITS, em que mostraremos dados estatísticos relacionados à Tecnologia. Boa leitura.

O que é um HD SSD?

Primeiramente vou dizer o que é um HD: HD (derivação de HDD do inglês hard disk drive) é o disco rígido de um computador, chamado também de "memória de massa" ou ainda de "memória secundária". É a parte do computador em que são armazenados os dados (programas e todos os arquivos gerados por estes programas). O disco rígido é uma memória não volátil, ou seja, as informações não são perdidas quando o computador é desligado, sendo considerado o principal meio de armazenamento de dados do computador. Por ser uma memória não volátil, é um sistema necessário para se ter um meio de executar novamente programas e carregar arquivos inseridos anteriormente quando ligamos o computador.

Já o HD SSD (solid-state drive) é uma nova tecnologia de armazenamento considerada a evolução do disco rígido (HD). Ele não possui partes móveis / mecânicas e é construído em torno de um circuito integrado semicondutor, o qual é responsável pelo armazenamento, diferentemente dos sistemas magnéticos (como os HDs).

Mas o que isso representa na prática? Muita evolução em relação aos discos rígidos. Por exemplo, a eliminação das partes mecânicas reduz as vibrações e tornam os SSDs completamente silenciosos. Outra vantagem é o tempo de acesso reduzido à memória presente nos SSDs em relação aos meios magnéticos e ópticos, o que torna o reinício do computador e o acesso aos dados mais rápido. O SSD também é mais resistente que os HDs comuns devido à ausência de partes mecânicas – um fator muito importante quando se trata de computadores portáteis.

O SSD ainda tem o peso menor em relação aos discos rígidos, mesmo os mais portáteis; possui um consumo reduzido de energia; consegue trabalhar em ambientes mais quentes do que os HDs (cerca de 70°C); e, por fim, realiza leituras e gravações de forma mais rápida, com dispositivos apresentando 1100 MB/s na gravação e 3200 MB/s na leitura.

Mas nem tudo são flores para o SSD. Os pequenos velozes ainda custam muito caro, com valores muito superiores que o dos HDs. A capacidade de armazenamento também é uma desvantagem, pois é menor em relação aos discos rígidos. De qualquer forma, eles são vistos como a tecnologia do futuro, pois esses dois fatores negativos estão sendo suprimidos com o tempo.

Obviamente, é apenas uma questão de tempo para que as empresas que estão investindo nesta tecnologia consigam baratear seus custos e consequentemente, reduzir os preços. Diversas companhias trabalham para aprimorar a produção dos SSDs e fica cada vez mais evidente que os HDs comuns estão com seus dias contados.

Ainda ficou com dúvida? Deixe seus comentários abaixo que terei prazer em respondê-los.

Até a próxima coluna com mais novidades sobre Tecnologia.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/memoria/202-o-que-e-ssd-.htm

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.