Concurso premia pontes de papel mais resistentesOs critérios de avaliação eram: estética, eficiência — relação entre a carga de colapso e o peso da ponte — e exatidão

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
19/10/2011

pontes

Vinte e cinco equipes colocaram à prova pontes construídas apenas com papel cartão e cola durante a 7ª Olimpíada da Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), nesta quarta-feira, 19 de outubro. As construções foram submetidas ao peso de um balde no qual era colocado água até a ponte quebrar. Mais de 150 estudantes acompanharam as rupturas no anfiteatro da faculdade.

Os critérios de avaliação eram: estética, eficiência (relação entre a carga de colapso e o peso da ponte) e exatidão. Neste último quesito, ganhava quem apresentasse carga de colapso mais próxima de oito quilos. O primeiro lugar geral foi da equipe Quebrando a Ponte que, além do troféu, faturou R$ 500 em prêmio. A segunda posição ficou com La Puente que Caiu e, em terceiro, Colocando para quebrar 2.0, que receberam medalhas, R$ 300 e R$ 200 respectivamente.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.