• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia
    Sexta-feira, 6 de setembro de 2013, atualizada às 19h

    Maior Protesto da História do Brasil deve ocorrer neste sábado

    protesto

    Neste sábado, 7 de setembro, está previsto para acontecer o Maior Protesto da História do Brasil. Internautas de todo o Brasil estão se mobilizando para realizar uma onda de manifestações, no Dia da Independência do país.

    Cerca de 149 cidade do país participarão do protesto Operação 7 de Setembro. Na página do evento no Facebook, até o fechamento desta nota, 407.939 pessoas confirmaram presença e mais de 6 mil curtiram a iniciativa.

    O movimento, que está sendo apoiado pelo grupo Anonymous, não possui uma liderança específica e não envolverá interesses partidários. De acordo com a página, o protesto terá as seguintes reivindicações:

    • Prisão dos Mensaleiros
    • Aprovação imediata da Lei de Combate a Corrupção (PL 7368/2006)
    • Redução do número de Deputados (PEC 280/2008)
    • Reforma Tributária (PEC 233/2008)
    • Fim do Voto Obrigatório (PEC 159/2012)
    • Aprovação do novo Plano Nacional de Educação (PNE)

    Ainda na página, consta a seguinte informação "AVISO: A #OperacaoSeteDeSetembro busca um PAÍS MELHOR e NÃO QUER UM GOLPE MILITAR, INTERVENÇÃO, FASCISMO ou SOCIALISMO, bem como NÃO POSSUI LIGAÇÃO COM QUALQUER PARTIDO POLÍTICO. Queremos um país MAIS DEMOCRÁTICO e MELHOR PARA TODOS."

    Anonymous invade perfil do jornal O Globo no Twitter

    Nesta sexta-feira, 6, o grupo hacker Anonymous afirmou ter atacado o perfil no Twitter do jornal O Globo. O ato aconteceu por volta das 14h. Em menos de 30 minutos, o grupo havia publicado oito mensagens, que convocava as pessoas a participar dos protestos planejados para este sábado. A primeira publicação após a invasão dizia: "Sorry (Desculpe)! Mais um perfil desses porcos invadido." 

    Por volta das 15h20, o jornal normalizou o perfil no Twitter. "Amigos, conta recuperada. Estamos de volta", disse O Globo na rede social. No site, uma nota afirmava que "não é a primeira vez que veículos da imprensa sofrem ataques de hackers. No fim do mês passado, o site do jornal americano "New York Times", ficou mais de três horas fora do ar devido a uma violação. E, no fim do ano passado, o sistema do "Times" foi atacado durante quatro meses por hackers chineses, segundo o próprio jornal informou em janeiro deste ano.Também em agosto, o site do "Washington Post" foi invadido por 30 minutos por membros Exército Eletrônico Sírio. Leitores que tentavam acessar o site do "Washington Post" eram redirecionados para a página do grupo, que segundo o "Post", apoia o presidente sírio Bashar Al-Assad. Em 22 de julho, a conta do portal G1 no Twitter também foi invadida pelo Anonymous Brasil durante quase uma hora, ao fim da qual o controle da conta foi retomado."

    Ministério Público

    O site do Ministério Público do Rio está sob ataque do grupo Anonymous, desde a terça-feira, 3, como retaliação à decisão da Justiça (baseada em um pedido do MPRJ) que autorizou a polícia a exigir identificação de mascarados em protestos e à prisão nesta quarta-feira de integrantes do Black Bloc. O Anonymous assumiu o ataque e prometeu continuar até que a decisão judicial seja revogada.

    Em nota, o MPRJ informou que seu site foi "retirado temporariamente do ar como medida de proteção", e "não houve comprometimento de seu banco de dados". Nesta sexta-feira, o site voltou a ser atacado. Além de derrubar o site da promotoria, o grupo afirma também que deixou fora do ar o serviço de correio da página. "Pode pegar papel e caneta, pois de nada mais adianta esses computadores. E lembre-se nunca nunca desafie ninguém que o senhor não conheça", diz uma mensagem, publicada às 13h40, se referindo ao responsável pela manutenção do site.

    Na quinta-feira, 5, o grupo atacou as páginas da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), da Câmara de Vereadores da capital fluminense e do Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran-RJ) e novamente do MP.

    Nesta sexta, por volta das 19h20, várias páginas do Facebook vão se unir para subir a hashtag #OperacaoSeteDeSetembro.

    Em Juiz de Fora

    Na cidade, um movimento está marcado para começar às 8h, na avenida Rio Branco, esquina com a Oscar Vidal. Mais de mil pessoas confirmaram presença no Facebook. Policiais Federais do município também vão fazer um ato, marcado para começar no Parque Halfeld.

    Com informações da Agência Estado e Facebook

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.