Juiz de Fora de um outro ângulo

Vídeo produzido por Francisco Pugliese e o filho Bruno Zata  destaca a cidade com imagens feitas por um drone

Jorge Júnior
Editor
31/05/2016

Um drone na mão, uma ideia na cabeça e mais de 20 anos de experiência atrás das câmeras resultaram na produção de um vídeo em comemoração aos 166 anos de Juiz de Fora. A parceria surgiu dentro de casa, com o ex-operador de sistemas de TV, Francisco Pugliese e o filho Bruno Zata Pugliese, analista de TI. “Em menos de um mês já temos mais de 20 mil visualizações no Facebook. As pessoas estão compartilhando e o resultado tem sido muito positivo. Não sabia que ia atingir tanta gente”, revela Francisco, que não esconde a felicidade em ver o resultado final do trabalho.

Segundo ele, a produção e edição do vídeo durou cerca de cinco horas. “Quem fez as imagens e editou foi o meu filho. Eu só produzo, devido à experiência que eu tenho. A captação das imagens é muito rápida com o drone. O mais difícil do vídeo foi escolher quem iria cantar, mas fomos muito felizes na escolha do Coral Sagrada Família da Igreja São José, que não mediu esforços para entoar o hino da princesa de Minas nas vozes de seus componentes.”

Além da repercussão, Francisco revela que divulgar o hino de Juiz de Fora é algo que o motiva. “A canção é muito bonita e muitas pessoas não sabem cantar, acredito que agora, a música vai ficar mais conhecida. Esse resgate da cultura da cidade é muito importante para o município. Além disso, o ângulo em que as imagens são feitas faz com que o juiz-forano veja uma imagem diferente do que se vê no dia a dia.”

Com a boa recepção, Francisco já pensa em elaborar mais vídeos. “Quero fazer um no dia de Santo Antônio, na missa da igreja a qual eu faço parte, que é a de São José. Além de filmar Juiz de Fora, eu e meu filho fizemos um vídeo da cidade de Pequeri e também da Missa do Impossível, que ocorre todas as terças em Juiz de Fora. Não pretendemos parar. Queremos dar continuidade a esse projeto e mostrar as belezas que temos na nossa região, principalmente, focar nos detalhes da arquitetura, com a possibilidade tecnológica que nós temo."

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.