Sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009, atualizada às 13h

Empresas disponibilizam ônibus extras para atender passageiros no Carnaval


Patrícia Rossini
* Colaboração

A chegada do Carnaval é motivo de comemoração para as empresas de ônibus intermunicipais e interestaduais. No período, o número de passageiros supera em mais de 50% o normal e, para atender à demanda, é comum a abertura de horários extras para os destinos mais procurados.

No Terminal Rodoviário Miguel Mansur, o movimento mais intenso já foi percebido na tarde de quinta-feira, dia 19, segundo o gerente Alexandre Rodrigues Soares. "Com base nos anos anteriores, o pico de embarques é na sexta-feira e no sábado de Carnaval. Neste ano, percebemos que a movimentação começou mais cedo, na quinta", afirma.

Segundo ele, a expectativa é de que entre esta sexta-feira, dia 20, e a quarta-feira de Cinzas, o movimento seja 52% maior do que a média diária de fevereiro, de 2.500 embarques. "Fizemos a estimativa com base nos números de 2008, quando o fluxo aumentou 52% no período em comparação à média. No entanto, como o Carnaval do ano passado caiu no início do mês e, neste ano, estamos mais perto do final, acredito que o movimento possa ser ainda maior", afirma. Em 2007, o aumento foi de 57% (confira tabela).

Embarques no Carnaval 2007 2008
Sexta-feira 8.000 6.400
Sábado 8.047 6.400
Domingo 2.581 2.560
Segunda-feira 2.015 2.000
Terça-feira 2.015 2.191
Quarta-feira 3.897 3.520

Devido ao aumento na demanda por passagens, as empresas de ônibus abrem horários extras para os destinos mais procurados. Para o Rio de Janeiro, por exemplo, os veículos estão partindo a cada meia hora. Normalmente, a empresa mantém saídas de hora em hora. No caso de Cabo Frio, no litoral carioca, todos os veículos já estão lotados. "Colocamos apenas um carro extra, na madrugada desta sexta-feira para sábado, que também já lotou. Mas, por enquanto, não temos previsão de mais horários", explica o bilheteiro Alan Camilo de Aguiar.

Quem vai para a capital mineira também conta com horários extras. "A procura está muito grande, já temos oito carros extras nesta sexta-feira e mais um no sábado", confirma o bilheteiro Márcio da Silva. No caso de São Paulo, os viajantes contam com uma média de cinco carros extras na sexta-feira, no sábado e na quarta-feira de Cinzas, que são os dias de maior movimento.

* Patrícia Rossini é estudante de Comunicação Social da UFJF.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.