Juiz-forano viaja por quatro países europeus em 30 diasO bancário Eduardo Brugger passou pelas cidades de Paris, Amsterdã, Milão, Veneza, Rimini, San Marino, San Leo, Roma e Barcelona

Clecius Campos
Subeditor
19/10/2011

Quando o bancário juiz-forano Eduardo Brugger decidiu que precisava curtir um pouco mais suas férias, percebeu que a escolha por fazer uma viagem por quatro países da Europa ia demandar tempo. "Dediquei logo os 30 dias de férias para a viagem. Foi bom, pois visitei algumas cidades importantes. Queria conhecer um pouco da cultura, da educação, da comida."

A viagem passou pelas cidades de Paris (França), Amsterdã (Holanda), Milão, Veneza, Rimini, San Marino, San Leo, Roma (Itália) e Barcelona (Espanha). "Programei a viagem com um ano de antecedência. Foram 15 dias na Espanha, onde tenho uma amiga, e os demais nos outros países." Brugger foi acompanhado por um amigo, entre julho e agosto deste ano.

A viagem começou com cinco dias e cinco noites em Paris. "Andei de metrô para todos os lados e conheci os principais pontos turísticos. A educação do povo francês e a limpeza da cidade impressionam, sem falar da grandiosidade dos monumentos, em beleza e em conservação." O Palácio de Versalhes, que serviu de morada para Luís XIV, é um dos destaques da viagem. "Os jardins são imensos, maravilhosos, super bem cuidados. As fontes são esplendorosas, tudo muito colossal, de uma beleza imensurável. Você sofre um encantamento. Um dia é pouco para conhecer a imensidão do lugar."

Em Paris, outro passeio obrigatório, segundo Brugger, é a visita à Torre Eiffel. "O turista tem que ir e subir até o topo, independente da fila quilométrica que é formada. Na verdade, você não sente a fila, é muito rápida e organizada." À noite, a atração fica ainda mais bonita. "As luzes são acesas. É emocionante." A ida à Cidade Luz pede, também, uma visita ao Museu do Louvre, onde conseguir uma foto de Monalisa é uma tarefa difícil. "Ela é muito concorrida. É difícil chegar perto, os turistas se amontoam para vê-la." Outra recomendação é uma visita à Catedral de Notredame.

A diversão em Paris fica por conta das casas noturnas com espetáculos e das compras. De acordo com Brugger, o Cabaret Lido é encantador. "As coreografias são espetáculos de sincronia, shows de perfeição. Algo que não se vê em outro lugar." Na cidade da alta costura, além de uma visita à Avenue des Champs-Élysées, vale dar uma volta por La Vallee Village: um outlet em Paris, com as melhores marcas de roupas e acessórios com preços menos salgados. "Para a criançada, a diversão é a Disney em Paris."

A noite de Amsterdã

De trem, Brugger viajou de Paris para Amsterdã, na Holanda. Durante quatro dias e quatro noite, o bancário conheceu uma cidade direcionada para a diversão jovem. "Tanto homens quanto mulheres divertem-se muito em Amsterdã. A visita obrigatória é ao Red Light District, o bairro onde as prostitutas exibem-se em vitrines. Elas atraem muitos curiosos."

Na cidade, vale a pena visitar o Museu de Van Gogh e a Casa de Anne Frank, uma homenagem a uma das sobreviventes da ocupação nazista dos Países Baixos, que escreveu um diário durante o tempo em que ela e sua família permaneceram escondidos na casa. Embora o destino seja turístico, Brugger identificou aspectos não muito positivos. "O trânsito é confuso e a cidade mais suja."

Passeio diversificado na Itália

Da Holanda, Brugger seguiu para Milão, na Itália, onde alugou um carro para iniciar o passeio pelo país. A primeira parada foi na Galeria Vittorio Emanuelle II. "O lugar é de uma suntuosidade imensa. A galeria conta com lojas das grifes mais caras do mundo. Não dá para comprar nada. Só olhar." A Catedral de Milão também foi destaque na viagem, que durou um dia.

Uma passagem rápida por Veneza marcou o segundo dia do passeio pela Itália. "A cidade não me impressionou muito." O bancário partiu então para Rimini, um destino praiano. "Fiquei dois dias por lá. A praia é linda, não tem ondas. As barracas são bem organizadas. A hospedagem foi barata, pois fiquei em um albergue quatro estrelas. A noite também é bastante agitada."

No dia seguinte, o passeio seguiu para os distritos de San Marino e San Leo. Tratam-se de duas províncias marcadas, principalmente, pela presença dos castelos em altos de montanhas. "Chegar às torres só é possível a pé. Lá de cima, dá para ter uma visão completa das províncias. A paisagem é linda." Artistas locais recriam a Idade Média, usando trajes típicos e trabalhando como em acampamentos antigos. "Aproveitei o comércio para comprar um vinho ótimo."

O último destino na Itália foi Roma, onde Brugger permaneceu por dois dias. "Há grandes monumentos, mas vi que alguns estão mal conservados." As visitas obrigatórias são a Praça São Pedro, no Vaticano, e o Coliseu. "Fui também à Fontana de Trevi, uma fonte onde os turistas jogam moedas para dar sorte." O passeio por Roma terminou em uma pizzaria. "A pizza italiana é maravilhosa, tem um sabor sem igual, a massa é super fina."

Barcelona

O restante da viagem, mais 15 dias, foi aproveitado em Barcelona. A noite e as festas foram as grandes atrações. "Percebi algo como o Brasil. Uma mistura de povos, onde se come um pouco melhor. Foi mais fácil encontrar comida brasileira." Segundo Brugger, as boates são grandes e as festas ocorrem durante o dia e à noite. "O país comemora intensamente o verão. Não dá para acompanhar. É muita agitação."

Entre os monumentos em destaque, está o Templo Expiatório da Sagrada Família, uma construção idealizada pelo arquiteto Antonio Gaudi em 1882, cuja previsão de término é 2026. "É uma igreja estranha, confusa, meio misteriosa." À noite, outra diversão é contemplar o espetáculo das águas dançantes de Montjuic.

A curiosidade fica por conta da praia de nudismo de Barcelona. "A grande diferença para as praias de nudismo no Brasil é que não há nada indicando que ali o nu é permitido. Você simplesmente anda um pouco mais e encontra a população nua. É engraçado."

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.