• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação



    UFJF faz modificação na disponibilização
    dos resultados para cursinhos e imprensa


    Débora Sereno
    Ludmila Gusman
    06/02/04

    Marcos Siqueira Dutra, diretor do Cave Pelo visto, os candidatos aos cursos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) vão ter mesmo que esperar o dia 10 de fevereiro para ter a certeza de que foram aprovados. Apesar das notas terem sido divulgadas no dia 06, alguns cursinhos não conseguiram adiantar (ou demoraram a fazer) a lista dos possíveis aprovados, atitude comum nos anos anteriores.

    O motivo foi o novo critério adotado pela UFJF na divulgação da lista disponível, todos os anos, para imprensa e cursinhos da cidade. Ao contrário dos anos anteriores, em que os dados contendo as notas dos candidatos eram acessíveis em formato possível para cópia (TXT), este ano os donos de cursinho e a própria imprensa da cidade tiveram dificuldades em disponibilizar a informação. O motivo é que as notas foram repassadas em formato PDF (Acrobat), impedindo a cópia (e possíveis alterações) no documento.

    A assessoria da UFJF não soube explicar o porquê da mudança, mas a pró-reitora de Graduação, Valéria Trevizanni, disse que a Universidade já passou por problemas de revisão de notas com candidatos que, na divulgação antecipada da lista acharam ter passado no Concurso e, no Resultado Oficial, o nome não constava como aprovado.

    Mudanças ao longo dos anos
    Em 2003, o Portal ACESSA.com divulgou Nota aos internautas e à imprensa comunicando o motivo de não disponibilizar a lista dos aprovados naquele ano, já que a Universidade havia mudado as diretrizes de divulgação (Leia a nota). Até então, a lista fornecida à imprensa e cursinhos continha o nome do candidato fato que não ocorreu mais com a divulgação apenas do número de inscrição.

    Este ano, nova modificação foi feita. Embora as informações disponibilizadas na página da UFJF sejam as mesmas fornecidas aos cursinhos e imprensa (situação que não ocorria antes), o aquivo em extensão PDF dificulta a cópia e, conseqüentemente, a divulgação. De acordo com o diretor do Portal ACESSA.com, Márcio Guimarães de Faria, mais uma vez é a comunidade que sai perdendo. Os veículos de comunicação e cursinhos que conseguiram encontrar formas de, mesmo assim, fornecer o resultado, tal qual como antes, tiveram que envolver técnicos para encontrar outras soluções que permitissem a divulgação das notas, o que, conseqüentemente, ocupou tempo maior que o previsto. Como a UFJF não divulgou os nomes dos candidatos, o Portal ACESSA.com manteve sua posição em não divulgar as informações.

    No fim da tarde, a UFJF disponibilizou no site www.ufjf.br um Histograma de Notas. Através dele, o candidato tem acesso ao número de pessoas tiraram a faixa de nota especificada, por curso.

    Benefícios e dificuldades
    O diretor do curso e colégio Meta, José Mario Brunelli, acredita que a medida da UFJF, este ano, de disponibilizar o arquivo PDF trouxe benefícios e dificuldades. "Todo ano, a partir da divulgação das notas, começam a surgir especulações sobre a nota de corte e o resultado . Algumas são feitas sem nenhum critério matemático e não se confirmam. "

    Mas o diretor acredita que, se por um lado o formato evita esses transtornos, acaba prejudicando um pouco os alunos. Eles, provavelmente, não vão conseguir ter um parâmetro para avaliar o seu desempenho em relação aos outros candidatos. Outro questionamento do professor é quanto ao fato de as instituições de ensino e estudantes, principais interessados, não terem sido avisados da mudança. "Liguei para a Universidade e eles confirmaram que tudo seria feito da mesma forma que nos anos anteriores."

    Para diretora de marketing do curso Theorema, Adriana Viscardi, a iniciativa foi positiva. "Acho mais prudente o estudante esperar mais alguns dias para saber o resultado final com precisão, do que ficar na ansiedade para confirmar essas previsões." Adriana ressalta que a importânica e a finalidade da divulgação das notas antes do resultado final, é a possibilidade de o aluno pedir uma revisão de provas, caso se sinta prejudicado. "O formato que foi divulgado atende perfeitamente a este propósito."

    Na contra-mão
    Na contra-mão de todos, o Colégio e Curso Cave estava preparado para surpresas. A escola conta com a colaboração de uma empresa de informática contratada para fazer a projeção. Para o coordenador da área de humanas, Marcos Siqueira Dutra, a iniciativa dificulta o trabalho, mas não impossibilita. "Mesmo com os recursos da Universidade, nós vamos divulgar a lista com o resultado final dos aprovados em poucas horas."

    Os profissionais de informática passaram a manhã trabalhando em cima dos dados para a chegar a lista dos possivéis aprovados. Possíveis para os mais desconfiados, porque Marcos garante que o resultado é 100% confiável e já comemorava com alguns alunos. As estudantes Aline Evangelista Santiago, de 20 anos, e Aline Franco Coelho, de 22, nem notaram a diferença no resultado. Confiando na projeção do curso, as duas comemoravam a aprovação para o vestibular de medicina.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.