• Assinantes
  • Autenticação
  • Zona Pink
    Terça-feira, 6 de agosto de 2019, atualizada às 13h50

    Radha Vasconcellos concorre ao título de Miss Brasil Gay pelo terceiro ano

    Da redação

    Conheça as candidatas que concorrerão, no próximo dia 17 de agosto, no Terrazzo - avenida Deusdedit Salgado, ao título de Miss Brasil Gay.

    Em sua 39ª edição, o concurso elege o mais belo transformista do país. A principal regra é: os concorrentes devem ser do sexo masculino, não podem ser travesti ou transexual, sendo proibidas as intervenções cirúrgicas estéticas com prótese (seios e glúteos).

    Nome: Radha Vasconcellos

    Idade: 33

    Profissão: Maquiador

    Estado: São Paulo

    E a primeira vez que participa do concurso?
    Não. Em 2009 tive o privilégio de representar o estado de Alagoas, em 2017 o lindo estado da Bahia, e esse ano a grande honra de representar São Paulo.

    Qual a expectativa para o evento?
    A melhor possível, porque depois de tantos anos de dedicação à arte do transformismo, espero sempre por um resultado positivo.

    Como está se preparando para o concurso?
    A preparação vai desde a alimentação, exercícios físicos, cuidados com a beleza e o fortalecimento da minha fé, pois acredito que todo ser humano precisa exercitar sua fé em Deus e se nutrir de bons pensamentos e boas energias.

    Quem está produzindo a sua roupa? O que pode adiantar sobre o traje?
    Minha estilista é a maravilhosa Michelly Xis, Miss Brasil 2000, famosa por vestir grandes celebridades do nosso país. E sobre meus trajes, surpresa!

    Hobby:  A dança! Especificamente o clássico e o contemporâneo que por anos fez parte da minha vida de maneira profissional. Mas além de me trazer prazer ao dançar, exerço também como cuidado físico.

    Prato preferido: Filé de frango, arroz e batata souté

    Ator/atriz: Milton Gonçalves / Laura Cardoso

    Cor: Preto

    Bebida: Suco de uva com kiwi e hortelã

    Perfume: Scandal (Jean Paul Gaultier)

    Uma frase: Para cada sonho existe um caminho a ser percorrido, vá em frente, tenha fé e não desista.

    Uma inspiração: Amara Maria, minha avó. Mulher, negra lutadora que com muita garra e força, como tantas outras, criou seus filhos e netos com dignidade e muito amor.

    Ser Miss Brasil Gay é... Antes de tudo, é um grande sonho, que vai além de uma boa maquiagem e um cabelo impecável, mas é ter sua opinião ouvida de maneira macro, representando um coletivo que você será o espelho para o mundo. Portanto, ser Miss Brasil Gay é mostrar que não há diferenças entre nós, LGBTQI+ ou Héteros. Podemos ser quem quisermos, com direitos e deveres, passíveis de erros e acertos, mas que acima de tudo, exista o respeito pela nossa existência!

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.