A importância do acompanhamento profissional para o sucesso da alimentação natural

Isabela Micherif Isabela Micherif 14/05/2019

Sempre falamos aqui sobre as vantagens de introduzir a alimentação natural na vida dos nossos cães e gatos. Já relatamos o quanto esse tipo de dieta, elaborada à base de alimentos frescos (principalmente carnes e vegetais), traz consequências positivas na saúde, qualidade e expectativa de vida dos nossos peludos.

No entanto, sempre ressaltamos o quanto é primordial que esta dieta seja equilibrada. Tendo em vista que a alimentação natural consiste em uma dieta caseira, muitos equivocam-se ao pensar que podem fazê-la por conta própria, sem o acompanhamento de um profissional habilitado.

Em diversas ocasiões escutamos relatos de tutores que afirmam conhecer e fornecer a alimentação natural aos seus pets, mas quando o assunto se estende um pouco mais, percebemos que não é bem assim. Na verdade, muitos tutores oferecem comida caseira aos seus peludos, mas não procuraram orientação para fazê-la.

É preciso ter muita atenção! Em primeiro lugar, sempre ter em mente que servir restos de comida aos pets não é, nem de longe, fornecer alimentação natural. A comida que nós comemos pode conter elementos prejudiciais à saúde dos cães e gatos, como a cebola, por exemplo, que é tóxica. Além disso, dificilmente as sobras ou aquela comida preparada com tudo que você encontrou na geladeira, estarão aptas a cumprir as necessidades nutricionais dos bichinhos.

E vamos além: o simples fato de cozinhar arroz, frango e cenoura, mesmo que você faça especialmente para o seu cão ou gato, também não é suficiente, pois, ainda assim, estarão ausentes elementos essenciais, como o cálcio.

Não temos aqui a intenção de desencorajar ninguém, já que as vantagens de oferecer alimentação natural balanceada vão desde levar mais alegria ao seu pet (afinal, eles adoram comer), até aumentar a expectativa de vida do seu filho de quatro patas. Mas temos o dever de alertar sobre os efeitos de uma alimentação elaborada sem as devidas doses de responsabilidade.

A alimentação natural desbalanceada pode levar a excessos e a deficiências nutricionais. As consequências são diversas: ganho ou perda de peso indesejados, dermatites, atraso no desenvolvimento, problemas ósseos, além de outros distúrbios metabólicos. Depois não vale dizer que a alimentação natural não trouxe bons resultados para o seu peludo, não é?

Procure sempre um veterinário com conhecimento em nutrição animal ou um zootecnista para a elaboração de um cardápio adequado. Também existem empresas especializadas em fornecer a alimentação natural pronta (procure saber se o cardápio oferecido pela empresa também foi elaborado por profissionais habilitados para tanto). 

Nossos pets dependem de nós, tutores, para se alimentarem. Fornecer alimentação natural não é moda e nem frescura, é um gesto de respeito, carinho e cuidado com nossos filhos de quatro patas. Procurar ajuda profissional para a elaboração de um cardápio que atenda, adequadamente, às necessidades dos nossos cães e gatos é nossa obrigação.

Vamos seguir sempre em busca de sermos tutores mais conscientes e, assim, promovermos a qualidade de vida dos nossos peludos? Convido todos vocês a fazerem parte dessa jornada conosco!


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.