• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa

    Varandas podem ser um ambiente de muito conforto O espaço, geralmente pequeno, pode ser decorado com plantas, móveis e cores, conferindo um ar agradável ao ambiente

    Aline Furtado
    Repórter
    5/2/2010

    Como fazer para transformar um ambiente pequeno em um local agradável e confortável? Este é um dilema vivido pelas pessoas quando o assunto é decoração de varandas, seja de casas ou de apartamentos. Para estes casos, a arquiteta paisagista Angelica Ignácio dá a dica. "Basta estudar bem o espaço disponível para que o projeto seja montado de acordo com suas condições e necessidades."

    As varandas podem ser usadas como ambiente para contemplação, espaço gourmet, área de jardim e até mesmo como uma espécie de sala de estar e de lazer. Tudo depende do que se busca.

    No caso de ambientes que recebem muita luz, por exemplo, algumas pessoas optam por quebrar a luminosidade para dentro de uma sala. Para isso, basta lançar mão de um serial de vasos de plantas. "Indico os podocarpus, uma espécie de pinheiro, por se tratarem de plantas altas." Para casos em que não há luz em excesso durante todo o dia, a dica é optar por plantas de meia sombra. "As plantas são muito bem-vindas porque promovem o contato do homem com a natureza, tornando o ambiente mais harmonioso."

    Se a varanda for pequena, é necessário usar o bom senso, optando por um número menor de elementos decorativos. "É possível escolher uma ou duas plantas de porte médio e pequeno, fazendo uma composição. Para incrementar, é permitido, no máximo, mais uma peça, como uma espreguiçadeira, por exemplo." Se o espaço conta com paredes disponíveis, uma boa opção de decoração são pequenos quadros de vidro ou mandalas feitas em mosaico.

    Sacada Como as varandas de apartamentos costumam ser ainda menores do que as de casas, a arquiteta indica aproveitar treliças, de madeira ou ferro, para decorar o ambiente. "As treliças são usadas nas paredes, onde é possível pendurar vasinhos pequenos de plantas como cactus ou suculentas, aquelas nas quais a raiz, o talo ou as folhas foram engrossados para permitir o armazenamento de água em quantidades maiores do que nas plantas normais. "Além disso, dependendo da proposta, é possível fazer um pequeno jardim vertical, montado a partir de módulos de madeira, ou espécie de deck na posição vertical. 

    Vento e chuva

    Em varandas localizadas em locais onde o vento chega a ser um incômodo, é possível utilizar janelas grandes de vidro para diminuir o transtorno. "Com isso, o espaço do cômodo interno, que geralmente é uma sala, é aumentado."

    Com relação à chuva, Angelica lembra que esta não deve ser uma preocupação relacionada às plantas. "Chuva é sempre boa para as plantas." Mas os elementos usados para compor o ambiente, como móveis, por exemplo, devem ser escolhidos de acordo com o fato de a varanda poder ser atingida pela chuva ou pelo sol. É importante considerar a disposição das peças no espaço e priorizar materiais mais resistentes. Entre os mais indicados estão a  madeira, o ferro, além da fibra natural tratada ou sintética. "O uso de almofadas também é indicado. Basta ter o cuidado de serem confeccionadas com tecidos acrílicos ou impermeáveis", lembra a arquiteta.

    Plantas

    Em geral, as plantas utilizadas em varandas pequenas são aquelas que vivem bem em vasos. VarandaAlém de espécies como palmeira fênix, buxinho (um tipo de arbusto), bromélias, cactus e suculentas, é possível usar plantas frutíferas, como jabuticaba anã, laranja kinkan e romã. Entretanto, a arquiteta faz um alerta. "As plantas devem receber luz necessária ao seu desenvolvimento."

    Palmeiras plantadas em vasos, como areca bambu ou palmeira de jardim e palmeira fênix, são resistentes ao vento e altamente ornamentais. "As pessoas devem ter o cuidado de prender bem os vasos em um suporte, a fim de evitar que os mesmos se soltem e causem acidentes se levados pelo vento."

    Cores

    Se a dúvida está relacionada às cores a serem usadas nas varandas, a arquiteta revela que não existe uma tendência de cores para estas áreas. "É preciso que exista coerência com a proposta de decoração de interior." Ela explica que em paisagismo é possível trabalhar com tons variados de verde, além de textura. "Neste caso, é possível usar as cores como elementos decorativos, compondo o visual apenas com uma cadeira, um quadro e uma mesinha." Outra opção é optar por plantas que florescem, priorizando peças de cores neutras, como o branco.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.