• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa

    É hora de construir e reformar Construções e reformas realizadas sem acompanhamento de um arquiteto ou engenheiro trazem "dor de cabeça" mais cedo e mais tarde

    Sílvia Zoche
    Subeditora
    14/11/07

    Chegou a hora de arregaçar as mangas e iniciar aquela obra de construção da casa tão desejada ou a reforma que a residência tanto precisa. E começa a busca por indicações de bons pedreiros e mestres de obras, para então pesquisar os materiais e seus preços.

    Pois se você se identifica com esta situação, é bom rever seus conceitos, porque a primeira coisa que se deve pensar é no profissional especializado que vai orientar a sua construção e até mesmo ajudá-lo na escolha do terreno antes de pensar nas obras. E este profissional é o arquiteto ou engenheiro.

    É ele quem vai montar um projeto, dando uma noção clara do que o proprietário deve fazer. O arquiteto Klaus Chaves Alberto (foto abaixo) comenta que em Juiz de Fora há muitas obras realizadas de modo informal, principalmente quando não estão próxima ao centro da cidade. O resultado são problemas como falta de conforto, luminosidade, ventilação, sem contar a questão estrutural.

    "A estrutura que não está bem feita, gera transtornos não só para ele, como para o vizinho", diz. E lembra que as pessoas não seguem as normas da prefeitura, como por exemplo, manter um afastamento de três metros da construção em relação a rua e uma distância entre as casas de, no mínimo, um metro e meio. A conseqüência, nessa ordem, é menos ventilação e menor incidência de luz.

    E quando você enxergar alguma obra sem placas, que possui com informações técnicas sobre a construção, inclusive, o nome e registro do profissional responsável, podem ser duas coisas: ou a placa não está visível ou ainda não foi providenciada ou pior, não há um profissional especializado trabalhando.

    foto do arquiteto Klaus Existe uma idéia de que contratar um profissional especializado fica caro demais e as pessoas preferem arriscar em construções precárias. Para Klaus, há falta de informação das pessoas e existe uma dificuldade dos profissionais acessar este núcleo. "O profissional também tem culpa".

    Normalmente, em uma obra informal, no Brasil, o deperdício de materiais chega a 30%. "Um número muito elevado", diz o arquiteto. O valor para ter um arquiteto ou engenheiro acompanhando a construção ou reforma desde o projeto fica entre 5% a 7% do total da obra. "E ainda reduz drasticamente o desperdício", afirma.

    E se você for trocar um piso, ou azulejo, é recomendado chamar um arquiteto, engenheiro, mesmo que não interfira na estrutura do local? A resposta é sim. O profissional planeja, projeta de acordo com a real necessidade do cliente e deixa claro o quanto a pessoa vai precisar comprar. "Quem não é técnico, vai 'chutando' e sobra material". Um exemplo que ele conta é de pedreiros que fazem uma viga, pilar duas vezes mais largos que o necessário. "O que ele gasta além com material, poderia pagar um projeto".

    Além do gasto financeiro além do necessário, Klaus lembra que o lado estético também é importante. "As pessoas acabam achando tudo bonito, mas nem sempre sabem harmonizar".

    foto de um prédio sendo construído Antes de contratar um arquiteto ou engenheiro, você pode pedir que ele veja a área da obra, faça uma análise do local e assim informar o preço de seu serviço, "sem compromisso".

    Para começar a construir, é possível contratar um arquiteto ou engenheiro autônomo ou ainda uma construtora. Vai ser desenvolvido, no mínimo, projetos ligados à area estrutural, elétrica, hidráulica e telefônica e durante o projeto ele vai saber o quanto a pessoa pode gastar, em quanto tempo deseja que a obra fique pronta, sendo responsável por todo andamento da obra, inclusive na contratação de pedreiros e mestre de obra. No caso de construções maiores, a indicação é chamar uma construtora, mas os passos seguidos pelos profissionais são os mesmos de uma obra menor.

    Se você vai reformar ou construir, mas ainda não se convenceu de que deve contratar um profissional especializado, pelo menos, procure um, peça para fazer um orçamento, entenda ainda mais sobre o trabalho dele para perceber que, além de economia, você está investindo na segurança e valorização do seu imóvel.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.