• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Terça-feira, 15 de maio de 2012, atualizada às 18h46

    4º Salão de Humor expõe HQs, cartuns, caricaturas e charges no CCBM

    Thiago Stephan
    Repórter
    Cartum "A Evolução", de Élcio Danilo R. Amorim

    A partir desta quarta-feira, 17 de maio, os juiz-foranos poderão conferir os 64 trabalhos selecionados para o 4º Salão de Humor de Juiz de Fora. A abertura ocorre às 20h, na Galeria Heitor de Alencar do Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM). Os cartuns, caricaturas, charges e HQs que ficarão expostos foram criados por 32 artistas e poderão ser conferidos até o dia 3 de junho.

    Organizado pela Funalfa, o Salão de Humor tem como objetivo incentivar e divulgar o trabalho de artistas gráficos brasileiros. Foram enviados trabalhos de 25 municípios de sete estados. A HQ "Começando do Zero", de Anderson Delfino, de Sorocaba (SP), foi eleita pelo júri como vencedora. O cartum "A evolução", de Élcio Amorim, de Caratinga (MG), ficou com a segunda colocação, enquanto o cartum sem título de Sérgio Luiz Roda, de São Carlos (SP), foi o terceiro melhor na avaliação do júri. Os vencedores receberão prêmios de R$ 1.500, R$ 1 mil e R$ 800, respectivamente.

    Além dos três vencedores, o Salão de Humor concedeu Prêmio Especial do Júri a Jonas dos Santos pela caricatura "Miles Davis". Três artistas mereceram menções honrosas: Luiz Carlos de Mattos, de Maricá (RJ), por sua caricatura sem título; Eder Silva, de São Paulo, por seu cartum também sem título; e Dilmar José Júnior, de Teresina (PI), pela caricatura "Senhor Madruga".

    Zorro volta para a escola

    Delfino, vencedor do 4º Salão do Humor de Juiz de Fora, é cartunista e tem 51 anos. Ele conversou com o Portal ACESSA.com poucos minutos depois de saber que seu trabalho havia sido escolhido. "Fiquei muito feliz, nem acredito. Sempre tive vontade de ganhar, mas são tantas pessoas com talento que não acreditava que poderia vencer", revela Delfino. Sobre a inspiração para a fazer a HQ vencedora, disse que tem um Q de Educação. "O Zorro só faz o Z, a última letra do alfabeto. Ele deveria aprender as outras letras também", diz, bem-humorado.

    A política não poderia ficar de fora do foco dos artistas. Amorim, que usa o pseudônimo Edra no meio artístico, é produtor cultural, diretor da Casa Ziraldo de Cultura e organizador do Salão Internacional de Humor de Caratinga. Ele revela como o seu cartum foi concebido. "É um paralelo entre os tempos da ditadura militar com a atualidade, em que a onda de corrupção que assola o país leva ao descrédito da classe política", diz o segundo colocado do 4º Salão de Humor de Juiz de Fora. Edra revela ainda que já foi premiado outras vezes, mas estava afastado dos salões há cerca de dez anos: "Logo no retorno consegui esse segundo lugar. É um combustível para continuar".

    Os textos são revisados por Mariana Benicá


    1º lugar – Anderson Oliveira Delfino – HQ “Começando do Zero” – Sorocaba (SP) 2º lugar – Élcio Danilo R. Amorim – Cartum “A Evolução” – Caratinga (MG) 3º lugar – Sérgio Luiz Roda – Cartum (sem título) – São Carlos (SP) Prêmio Especial do Júri – Jonas dos Santos – Caricatura “Miles Davis” – São Paulo (SP) Luiz Carlos Baptista de Mattos – Caricatura (sem título) – Maricá (RJ) Dilmar José Kempner Jr – Caricatura “Senhor Madruga” – Teresina (PI) Eder Santos Silva – Cartum (sem título) – São Paulo (SP)

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.