'25 anos de história do Pró-Idoso' vai para a avenida

Idosos celebram mais um Carnaval pelo Calçadão da Halfeld, evidenciando alegria, vibração e samba no pé

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
7/2/2013

O Bloco Recordar é Viver do Centro de Convivência do Idoso (CCI) desfilou na tarde de quinta-feira, 7 de fevereiro. Com o samba enredo 'Pró-idoso 25 anos de história', os foliões da terceira idade se concentraram por volta de 17h na Praça Antônio Carlos e, a partir das 18h, o desfile seguiu em direção ao Parque Halfeld. São mais de 450 componentes divididos em 11 alas: Comissão de Frente; Festa; Baile; Retratos da Vida; Baianas; Centro de Convivência do Idoso; Saúde; Futuro Saber; Amizade; Carnaval; e Vai como pode.

O desfile marcado pela alegria e descontração é realizado desde 1996. Para o autor do samba-enredo deste ano, Augusto Costa Oliveira Vale, a experiência de desfilar ouvindo a letra é única. 'É uma sensação de prazer, de vivência, de poder caminhar e levar para o povo alegria.' A baiana Sebastiana Pereira de Souza, 87 anos, está no Pró-Idoso há dez anos e conta que é uma grande emoção desfilar. 'Eu desfilo na ala das baianas há seis anos. Adoro samba e agradeço a Deus por mais um ano.' Para a funcionária que trabalha há 15 anos no Pró-Idoso e ajuda a coordenar o bloco, Efigênia Silva de Oliveira, poder participar é sempre uma emoção. 'Todo ano é uma emoção. este ano tem um gostinho especial, vou fazer 80 anos e só penso em comemorar.'

Os textos são revisados por Juliana França

 

-

'25 anos de história do Pró-Idoso' vai para a avenida

Idosos celebram mais um Carnaval pelo Calçadão da Halfeld, evidenciando alegria, vibração e samba no pé

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
7/2/2013

O Bloco Recordar é Viver do Centro de Convivência do Idoso (CCI) desfilou na tarde de quinta-feira, 7 de fevereiro. Com o samba enredo 'Pró-idoso 25 anos de história', os foliões da terceira idade se concentraram por volta de 17h na Praça Antônio Carlos e, a partir das 18h, o desfile seguiu em direção ao Parque Halfeld. São mais de 450 componentes divididos em 11 alas: Comissão de Frente; Festa; Baile; Retratos da Vida; Baianas; Centro de Convivência do Idoso; Saúde; Futuro Saber; Amizade; Carnaval; e Vai como pode.

O desfile marcado pela alegria e descontração é realizado desde 1996. Para o autor do samba-enredo deste ano, Augusto Costa Oliveira Vale, a experiência de desfilar ouvindo a letra é única. 'É uma sensação de prazer, de vivência, de poder caminhar e levar para o povo alegria.' A baiana Sebastiana Pereira de Souza, 87 anos, está no Pró-Idoso há dez anos e conta que é uma grande emoção desfilar. 'Eu desfilo na ala das baianas há seis anos. Adoro samba e agradeço a Deus por mais um ano.' Para a funcionária que trabalha há 15 anos no Pró-Idoso e ajuda a coordenar o bloco, Efigênia Silva de Oliveira, poder participar é sempre uma emoção. 'Todo ano é uma emoção. este ano tem um gostinho especial, vou fazer 80 anos e só penso em comemorar.'

Os textos são revisados por Juliana França

 

'25 anos de história do Pró-Idoso' vai para a avenida

Idosos celebram mais um Carnaval pelo Calçadão da Halfeld, evidenciando alegria, vibração e samba no pé

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
7/2/2013

O Bloco Recordar é Viver do Centro de Convivência do Idoso (CCI) desfilou na tarde de quinta-feira, 7 de fevereiro. Com o samba enredo 'Pró-idoso 25 anos de história', os foliões da terceira idade se concentraram por volta de 17h na Praça Antônio Carlos e, a partir das 18h, o desfile seguiu em direção ao Parque Halfeld. São mais de 450 componentes divididos em 11 alas: Comissão de Frente; Festa; Baile; Retratos da Vida; Baianas; Centro de Convivência do Idoso; Saúde; Futuro Saber; Amizade; Carnaval; e Vai como pode.

O desfile marcado pela alegria e descontração é realizado desde 1996. Para o autor do samba-enredo deste ano, Augusto Costa Oliveira Vale, a experiência de desfilar ouvindo a letra é única. 'É uma sensação de prazer, de vivência, de poder caminhar e levar para o povo alegria.' A baiana Sebastiana Pereira de Souza, 87 anos, está no Pró-Idoso há dez anos e conta que é uma grande emoção desfilar. 'Eu desfilo na ala das baianas há seis anos. Adoro samba e agradeço a Deus por mais um ano.' Para a funcionária que trabalha há 15 anos no Pró-Idoso e ajuda a coordenar o bloco, Efigênia Silva de Oliveira, poder participar é sempre uma emoção. 'Todo ano é uma emoção. este ano tem um gostinho especial, vou fazer 80 anos e só penso em comemorar.'

Os textos são revisados por Juliana França