• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Sábado, 24 de maio de 2014, atualizada às 12h57

    Atividades lúdicas marcam o Dia do Brincar no Museu Mariano Procópio

    Eduardo Maia
    Repórter
    Dia do Brincar

    Alegria, descontração e brincadeiras. Despertar a criança que existe em cada adulto e fazer os pequenos vibrarem no embalo das cantigas e da dança. Esta foi a proposta a manhã recreativa que é parte da 4ª Semana Mundial do Brincar, celebrada de 25 a 31 de maio. Na manhã deste sábado, 24 de maio, crianças e adultos se divertiram no parque do Museu Mariano Procópio, vivenciando a arte que é também considerada parte do crescimento humano. 

    Durante a atividade, foram oferecidas Oficina de suco verde, Brincadeiras com pião, cordas, argila, brincadeiras de circo, roda e contação de histórias. A aposentada Maria Aparecida Canal se surpreendeu ao levar os dois netos para visitarem o parque. "Não sabíamos que estava acontecendo, é muito bom. Fiquei encantada com esta atitude. As crianças não participam mais das brincadeiras. Ficam na TV, no computador e esta é uma oportunidade maravilhosa de se interagirem", conclui.

    O grupo Meleka de Jacaré, do Rio de Janeiro foi uma das atrações do evento. Numa proposta que envolve música, circo e teatro, a artista Úrsula Brando encanta o público com a alegria e espontaneidade. "Sempre quisemos participar deste evento. É uma honra a importância deste brincar. É uma grande oportunidade de pais e filhos brincarem juntos. É maravilhoso o olhar de cada um e é sempre uma surpresa. Colocamos as crianças em cena e é uma grande comunhão", afirma.

    Dia do BrincarA Semana do Brincar é uma proposta do grupo Aliança pela Infância. A ideia é provocar em pais e educadores a importância da brincadeira no aprendizado lúdico da criança. "Essas capacidades vão sendo enfraquecidas e esquecidas, diante da aceleração dos ritmos da vida, do consumo exacerbado e dos objetos que a cada dia se fazem mais plenos de regras e usos, inibindo possíveis diálogos com a imaginação das crianças", informa o texto do projeto.

    A rede surgiu em 1997, na Inglaterra, a partir da preocupação de um grupo de pessoas com a situação da infância no mundo contemporâneo: a falta de espaços para brincar, o consumo desenfreado, a pressão escolar precoce, entre outros desafios. No Brasil, seu trabalho surgiu em 2001, em São Paulo. Hoje são 20 núcleos pelo país.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.