• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    CCBM recebe ciclo de documentários de arquitetura e urbanismo

    Serão quatro sessões abertas ao público, que pretendem discutir sobre a arquitetura na atualidade. Ao final de cada filme, os participantes poderão debater o tema

    Angeliza Lopes
    Repórter
    23/03/2015
    ciclo

    Nesta terça-feira, 24 de março, inicia o ciclo de documentários Arquitetura+Cinema+Urbanismo, com filme sobre a obra do arquiteto carioca Sérgio Bernardes. As quatro sessões de longas e curtas-metragens que serão exibidas nos meses de março e abril, sempre às 19h, tem como objetivo trazer discussões atuais sobre a arquitetura e urbanismo nacional e de Juiz de Fora, na videoteca do Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM), na avenida Getúlio Vargas, Centro. Ao final de cada exibição, os participantes terão a oportunidade de debater junto a convidados especiais, entre professores e profissionais da área, sobre o tema exposto no filme. O evento é gratuito e aberto ao público.

    Conforme o arquiteto Paulo Stuart Angel, um dos fundadores do Coletivo de Investigações Arquitetônicas (CIA), que organiza o evento, a intenção é fomentar discussões de arquitetura e urbanismo fora da graduação. "Pensamos em fazer o ciclo no CCBM por ser no centro e de fácil acesso, o que possibilita maior participação da população", destaca.

    Abrindo as sessões, o documentário "Bernardes" retrata a vida e obra do arquiteto Sérgio Bernardes, importante por seus projetos inovadores. No longa, o arquiteto e roteirista Thiago Bernardes, neto de Sergio, faz uma verdadeira viagem no tempo para resgatar a brilhante e polêmica trajetória do avô, por meio de visitas às suas principais obras e encontros com pessoas ligadas ao arquiteto. "Desconhecido por muitos estudantes e pela população, Sérgio é um nome importante da área no Brasil. Suas criações instigam a pensar sobre as cidades do século XXI", explica Stuart.

    Marcado por soluções construtivas e espaciais inovadoras, o premiado arquiteto Bernardes assinou importantes projetos no Brasil e no exterior como a Residência Jadir de Sousa (Rio de Janeiro), o Pavilhão do Brasil na Expo Bruxelas 1958 (Bélgica), o Palácio do Governo do Ceará e o Hotel Tambaú (Paraíba).

    Ciclo Arquitetura

    Os próximos filmes serão exibidos em abril, entre os dias 9 e 30. São eles, a "Arquitetura em Transformação", de Walter Lima, em 9. No dia 23 serão os dois curtas "Velho Novo Recif" e "Praça Walt Disney". Já os últimos, 30, serão o juiz-forano "Bar Redentor" e "Nada Levarei Quando Morrer". "O curta do bar redentor será muito importante para debater sobre a relação de identidade com o edifício, que hoje é o conhecido Alber Ganimi, na esquina da avenida Rio Branco com a rua Espírito Santo. A intenção é trazer alguém que frequentava o bar na época para discutirmos a importância da memória, em nossa cidade", completa o arquiteto.

    Formado também pelo estudante de arquitetura da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) Jhordan Carvalho, o CIA pretende ser um novo coletivo organizador de eventos de arquitetura, com eventos dentro e fora da Universidade. "A intenção é que mais pessoas participem do grupo. Queremos organizar ainda para este ano uma conferência com a participação de arquitetos de outras cidades", completa Stuart.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.