• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Terça-feira, 23 de janeiro de 2018, atualizada às 18h33

    Quase 70 atrações integram o Carnaval de Rua de Juiz de Fora

    Angeliza Lopes
    Repórter

    Quase 70 atrações carnavalescas vão integrar os 18 dias de Carnaval de Rua em Juiz de Fora, conforme apresentado à  imprensa pelo superintendente da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), Rômulo Veiga, nesta terça-feira, 23 de janeiro. Além dos 54 blocos de rua, a programação do Corredor da Folia terá quatro dias de shows na Praça Antônio Carlos, região Central, com novidades do tecnomacumba de Rita Benneditto e o Bloco Fogo e Paixão do Rio de Janeiro, que toca o estilo brega, na quarta, 7 de fevereiro, e a Homenagem ao Centenário de Geraldo Pereira no dia 11 de fevereiro. Os eventos oficiais começam nesta sexta, 26, com a Escadaria do Samba, no Parque Halfeld, e terminam na segunda de Carnaval, 12, com blocos Vem Quem Quer, no Parque Halfeld, e Xicleteiros, no Jardim Esperança. (Veja programação completa em anexo).

    O edital de Solicitação de Apoio e Alvará do Carnaval teve 74 inscritos, cinco a mais que o ano passado. Vinte foram indeferidos pela comissão. Entre eles, está uma das agremiações mais conhecidas do município, que é o 'Bloco Meu Concreto Tá Armado'. O superintendente da Funalfa explica que o bloco está entre os três indeferimentos que não tiveram a aprovação da Sociedade de Pró-Melhoramento dos Bairros. “Temos uma lei municipal que exige a anuência das Sociedades de Pró-Melhoramento quando é necessário o fechamento da rua para a realização do evento, o que não aconteceu. Os outros dois foram ensaios da Doméstica de Luxo, mas o bloco está autorizado”, explicou.

    Outros 14 proponentes não tiveram seus eventos aprovados por estarem em áreas consideradas pela Polícia Militar (PM) como Zonas Quentes de Conflito - quando há histórico de problemas na segurança pública no local. Dois tiveram o pedido negado por não apresentarem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) dos espaços fechados onde seriam as atrações e, um inscrito desistiu por falta de documentação.

    A Funalfa fechou orçamento para a execução do Corredor da Folia e apoio aos blocos carnavalescos em R$ 460 mil. Rômulo explica que a comissão negociou com os organizadores das agremiações maior infraestrutura com som, limpeza pública, segurança, gradil entre outros. “O impacto fiscal este ano foi não manter os desfiles, que são muito onerosos para a situação financeira que a Prefeitura vivencia hoje. Mas, para o Carnaval de Rua não houve redução. Na verdade, acrescentamos, pois pela primeira vez teremos programação na segunda de Carnaval, que será o Centenário de Geraldo Pereira”.

    Dos blocos destaque confirmados para este ano, estão o Parangolé Valvulado no dia 4 de fevereiro, domingo, a partir das 12h, na Praça dos Três Poderes, e a tradicional Banda Daki, dia 10 de fevereiro, sábado, às 11h. O Baile do Come Quieto será, pelo segundo ano, em local fechado, no Terrazzo, dia 3 de fevereiro. No Corredor da Folia, os foliões também poderão assistir shows da Alessandra Crispin com Ronaldo Golfinho, Thiago Miranda, e Arrastão do Samba.

    Campanha e Mapa da Folia

    Os foliões poderão filtrar a programação por tipo de evento, região e datas no novo site do Carnaval 2018, responsivo para plataforma mobile. Como apresentado na primeira coletiva sobre as festividades carnavalescas, o superintendente reforçou a respeito da campanha de conscientização para o respeito as mulheres, diferenças e a cidade. “Vimos no ano passado casos no país de assédio moral e físico em mulheres. Muitos acham que a data é sinal verde para fazer qualquer coisa, e não é bem assim. Outra questão é trabalhar com bom humor para driblar a resistência a cultura do outro, mostrando que Carnaval é agenda de política pública”, completa.

    Veiga acrescenta ainda que os interessados em acrescentar seu evento carnavalesco no Mapa da Folia da Funalfa, poderão solicitar pelo espaço 'Contatos' do novo site.

    Corte Real

    O Rei Momo Eduardo Rodrigues, 29 anos, e a Rainha Gracyele Rocha, 29 anos, vão marcar presença nos eventos deste ano, acompanhados da Princesa Deysi Alves, 26. O trio foi eleito em 2017. No caso do Rei Momo, o mandato é de dois anos. Já a Rainha e a Princesa, que reinam por um ano, foram reconduzidas aos postos.

    “Para a gente é uma enorme satisfação retornar, porque já fazemos o que gostamos, que é o Carnaval. Cumprimos nosso mandato de Corte em 2017 e sempre fomos muito bem recebidos nos lugares, e ainda recebemos convites. Este será mais um ano, com muita alegria. No Corredor da Folia, com certeza, a gente não pode faltar!”, diz a Rainha Gracyele.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.