• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Exposição retrata dia a dia e dificuldades dos carteiros Aline Bastos registrou o trabalho de 15 carteiros durante a entrega de cartas. A mostra inaugura a reforma que triplicou a área do Espaço Cultural Correios 

    Clecius Campos
    Repórter
    11/2/2010

    O trabalho dos carteiros juizforanos está retratado em 23 fotografias e quatro displays na exposição Correios 40 anos: sua vida, nossa história, inaugurada nesta quinta-feira, 11 de fevereiro, pela fotógrafa Aline Bastos. Do fim de setembro ao início de outubro Aline, que também é psicóloga, acompanhou o trabalho de 15 carteiros e registrou o dia a dia e a dificuldade de cada um. A exposição está em cartaz no Espaço Cultural Correios (veja galeria de fotos).

    Segundo Aline, a intenção é homenagear cada um dos carteiros que fazem o trabalho final da empresa, que é entregar as cartas. "Não é só uma homenagem, a exposição é também uma forma de possibilitar que as pessoas entendam um pouco mais do trabalho da categoria", afirma.

    As fotografias mostram situações comuns, como a separação de cartas, e curiosas, como a tentativa de um dos carteiros de entregar uma correspondência numa caixa escondida por um veículo, estacionado na calçada. "Cada um dos trabalhadores tinha uma dificuldade diferente. Alguns trabalham em locais longes e de difícil acesso, outros entregam carta em dias de muito calor e até debaixo de chuva. Mesmo assim, os carteiros não deixam de seguir as normas estabelecidas nem de trabalhar com bom humor, com carinho. Foi uma experiência muito gratificante."

    Para a fotógrafa, a exposição mostra de que forma a vida dos carteiros é capaz de contar a história das pessoas. "Eles são responsáveis por nossas cartas, nossas contas, nossas encomendas. De alguma forma, são os carteiros que estabelecem essa comunicação entre as pessoas."

    Arte e motivação

    A seleção dos funcionários que protagonizam a exposição foi feita por meio de uma avaliação de desempenho, realizada pelos Correios, e por votação entre os próprios carteiros. "Quis unir a produção cultural à psicologia, proporcionando uma motivação interna em toda a equipe de Juiz de Fora. A exposição é agora o momento de exaltar a profissão."

    Foto da exposição Foto da exposição
    Foto da exposição Foto da exposição Foto da exposição
    O carteiro Gilson Sebastião de Oliveira foi um dos escolhidos. "Foi uma situação bem diferente. Nunca trabalhei com alguém me fotografando. Mas não houve muita alteração em nossa rotina. A Aline nos deixou bem à vontade e o trabalho fluiu sem problemas", conta. Quando perguntado sobre o resultado das fotos, Oliveira só elogia. "Ela retratou muito bem o nosso cotidiano. A foto mais bonita é a minha", gaba-se. Sérgio Luís Messias também foi um dos escolhidos para ilustrar a exposição. "O trabalho ficou maravilhoso. É uma homenagem para nós mesmos. Acho que fizemos por merecer", avalia.
    Novo espaço

    Foto do acervoA abertura da exposição comemorou a inauguração das obras de ampliação do Espaço Cultural Correios. De acordo com o diretor-geral dos Correios de Minas Gerais, Fernando Miranda, a área do espaço foi triplicada com a reforma.

    "A sala está climatizada e o local ganhou uma estrutura para o armazenamento de nosso acervo, com lugar para peças de escultura e telas. As caixas postais que ocupavam este lugar foram transferidas para o saguão dos Correios. Além das reformas no espaço, balcões e dependências internas da agência foram reestruturados. No total, R$ 600 mil foram gastos."

    Juiz de Fora é a única cidade de Minas Gerais onde os Correios mantêm um espaço cultural. Nos restante do país, apenas outras quatro cidades possuem atrações do tipo. No Rio de Janeiro e em Salvador os Correios mantêm dois centros culturais. Em Fortaleza e Recife há dois outros espaços.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.