• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Marketing pessoal Marketing pessoal bem elaborado, além de um bom currículo, é
    essencial para o profissional ter sucesso

    Thiago Werneck
    *Colaboração
    25/04/2007

    É preciso mais do que um bom currículo para conseguir uma boa colocação no mercado e crescer dentro de uma profissão. O marketing pessoal é essencial para quem está atrás de sucesso e retorno no trabalho. Hoje, quem não se preocupa em ter uma boa imagem e qualificação pode acabar desempregado.

    "Em seu emprego a pessoa tem que mostrar seu trabalho, fazer que sua competência seja destaque na empresa. Você tem que confiar em seu trabalho, fazê-lo bem feito e apresentá-lo a todos sem ser arrogante. Esse o princípio básico do Marketing Pessoal", destaca a consultora de Recursos Humanos, Aline Salles Rocha (foto ao lado).

    Todo esse diferencial se baseia no princípio de que a empresa não contrata alguém, mas sim seus serviços. "Às vezes, duas pessoas têm o mesmo potencial, mas só se destaca aquela que sabe fazer seu marekting pessoal", conta Aline. O empregado não pode ser arrogante, mas a partir do momento que ele valoriza o serviço que faz, tem mais chances de ganhar destaque e ser promovido.

    A questão postural, a forma de gesticular, o tom de voz e as roupas também são formas fazer sua auto promoção. "A pessoa tem que saber se vestir para cada ocasião onde vai procurar emprego. E, por exemplo, se ela diz que é calma, não pode ficar gesticulando demais, porque passa outra impressão para o entrevistador", observa Aline.

    O ideal é usar cores sóbrias, evitando coloridos, evitar decotes para que a pessoas que estiver fazendo perguntas preste atenção em suas respostas e não em seu jeito. Aline reforça que o importante é ter bom senso. "A pessoa tem que ser coerente. Tem que se vestir seguindo o padrão da empresa", destaca.

    Mão-de-obra qualificada

    Cypriano falando 
em uma palestra O proprietário de uma empresa de consultoria de Juiz de Fora, Sebastião Antônio Cypriano (foto ao lado), afirma que hoje há empregos na cidade, o que falta é mão-de-obra qualificada. "Tenho currículos de gente especializada, inclusive com MBA, e não arruma um serviço. Normalmente isso acontece porque a pessoa não tem qualificação, não está preparada. Porque o mercado tem aberto vagas", destaca.

    Hoje não basta ter um bom currículo para ter um emprego. O profissional precisa saber se apresentar e tomar decisões por conta própria. "Ningúem quer um empregado que fica informando problemas ao chefe. O que a empresa precisa é de pessoas que apresentem soluções para os problemas e imprevistos do dia-a-dia. Hoje o mercado está muito acirrado", avalia Cypriano.

    O especialista acredita que bom senso e estilo próprio são detalhes importantes na hora de se contratar alguém. "O problema está relacionado todo a falta de inteligência emocional. Falta gente qualificada, que saiba se portar bem e até mesmo dar um recado. Muitas pessoas não sabem vender bem o seu trabalho, têm problema de relacionamento no emprego", completa.

    Como aprender o Marketing Pessoal

    A verdade é que existem pessoas que já nascem com esse dom. Mas isso não é motivo para desistir. Juiz de Fora e as grandes cidades do país já estão repletas de cursos, além de vários textos e dicas pela internet. "Além disso há formas de aprender a distância e várias palestras e seminários acontecendo", conta Aline.

    Aline deixa uma dica para qum ainda não sabe fazer seu marketing pessoal. "Você tem que mostrar a qualidade do seu serviço. Então chame um colega para dar uma olhada no seu trabalho, para ele dar a opinião sobre o que você fez. Sendo um bom trabalho, é grande a possibilidade dele contar isso para outros colegas e você fazer um propoganda boca-a-boca de seu serviço", revela.


    *Thiago Werneck é estudante de Jornalismo da UFJF.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.