Elizabeth Soares Elizabeth Soares 15/10/2010

Como anda sua imagem nas redes sociais?Coloque essas ferramentas para trabalhar a seu favor

Ilustração de pessoa conversando no computadorQuando o assunto é comunicação, a internet combinada aos desdobramentos da criatividade humana trouxe ferramentas que a cada ano conquistam mais adeptos: são as chamadas redes sociais. Em tempo real, pessoas se conectam no trabalho, em casa ou nos mais variados locais públicos para interagir e trocar informações sobre absolutamente tudo. A mudança trazida pelas diversas redes sociais, tais como Facebook, Twitter, Orkut, Hi5 etc, é que não existe mais um conteúdo pronto a ser compartilhado, pelo contrário, são os próprios usuários que constroem as notícias de acordo com sua própria vontade. Diferentemente da TV, rádio e jornal, o consumidor deixa de ser simplesmente alguém que recebe para tornar-se um escritor, um agente da informação.

Muitas empresas já perceberam o valor das redes sociais como meio para anunciar e interagir com consumidores e estão contratando gente para monitorar toda e qualquer notícia que apareça com o nome da organização. Muita coisa está acontecendo através da internet. Um queixa de um cliente insatisfeito pode crescer e conquistar adeptos em uma velocidade jamais vista.

Se por um lado o movimento das redes sociais pode fortalecer a imagem de uma pessoa, produto ou empresa, por outro, o que circula e cresce nessas mesmas redes pode se transformar no chamado "tiro no pé". De forma rápida e muitas vezes pouco planejada, as pessoas querem dizer ao mundo, através de seus perfis, o que sentem, pensam ou fazem enquanto teclam. Notícias da própria vida familiar, social, afetiva e profissional são compartilhadas sem se prever seus possíveis impactos e proporções.

Como um grande movimento de "fofoca virtual", pessoas passam a observar e serem observadas. Com base nisto, é prudente que se pense em um posicionamento claro antes de divulgar sua imagem. Como você espera ser visto pelos demais? Se o seu chefe, cliente, vizinho, professor, etc abrir seu perfil, que conclusões você gostaria que ele tirasse a seu respeito? Profissionais maduros precisam cuidar para não utilizarem as redes sociais como desabafo de suas tensões e frustrações vivenciadas no dia a dia.

Vale lembrar que as empresas estão visitando os perfis de candidatos nas redes sociais antes de uma contratação. O que se quer saber é como o candidato se conecta com o mundo e se os conteúdos que compartilham são coerentes com os valores dessas empresas.

Sendo assim, aproveite a oportunidade para rever como você tem lidado com sua imagem através da internet. Tenha em mente que participar das redes sociais de forma contínua demonstra que uma pessoa é moderna e adaptada aos benefícios da tecnologia, entretanto, romper o silencio dos que não participam nos torna um alvo e, por isso, é recomendável que sejamos os críticos e revisores de texto de nós mesmos.



Elizabeth Soares
Psicóloga e Coach-Executiva

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.