Terça-feira, 31 de julho de 2007, atualizada às 18h09

Alunos de faculdades federais podem receber bolsa de iniciação à docência a partir de 2008


Fernanda Leonel
Repórter

Para quem já pensa em ser professor, a notícia é boa. O Ministro da Educação, Fernando Hadadd, anunciou a criação de bolsas de iniciação à docência, já disponíveis a partir do próximo ano, para alunos que estejam cursando a graduação em faculdades federais.

A bolsa seguiria os moldes da já existente bolsa de iniciação científica e seria paga pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Os valores ainda estão em discussão, mas apontam para números que giram em torno de R$ 350 reais.

A idéia de criar a nova modalidade de bolsas surgiu das críticas e sugestões feitas pela população ao Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Dessa forma, o governo espera que consiga diminuir o déficit de professores em áreas como química, matemática, física e biologia.

A Associação dos Professores do Ensino Superior de Juiz de Fora (APES), através de seu secretário geral, Juanito Alexandre Viera, afirma que a instituição é a favor de qualquer tipo de bolsa que incentive o processo do formação de discentes.

No entanto, deixou claro, que acredita que o governo precisa se posicionar melhor nestes assuntos, para evitar que elas sejam usadas no preenchimento de vagas ociosas e na supressão de concursos públicos.

Segundo relatou o secretário geral, no último semestre, foi constatado que muitos bolsistas da pós-graduação estavam recebendo bolsas de efetiva docência e sendo aproveitados nas salas de aula.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.