Amanda Rudel Modelo desde os dois anos de idade, a juizforana
é confiante e aposta alto na carreira de sucesso

Renata Solano
*Colaboração
15/02/2008

Amante de câmeras fotográficas desde bebê, Amanda Rudel de Miranda, atualmente com nove anos, não poderia ter outro sonho senão ser modelo. Aos dois anos de idade, a menina fez seu primeiro desfile e decidiu investir na carreira desde aquele momento.

"Diferente de muitas mães eu não levei a Amanda para o campo da moda, ela escolheu isso e eu dou o apoio que ela precisa, sem a menor obrigação por parte dela de continuar ou de fazer o melhor sempre. Não tenho nenhuma exigência, só mesmo apoio e carinho", afirma a mãe da modelo mirim, Maria Gorete Rudel de Miranda (na foto com a menina).

Gorete comenta que aos quatro anos de idade Amanda já se destacava na escola por participar dos desfiles de primavera organizados pela instituição de ensino. "Ela sempre participava desses tipos de evento e nós mesmos corríamos atrás de oportunidades, mas há uns dois anos decidimos procurar uma agência de modelos", comenta.

Amanda com a mãe Gorete Segundo Amanda, participar de uma agência é legal por causa dos cursos que faz. "A gente aprende muita coisa como por exemplo a postura na passarela e a concentração antes dos eventos", lembra. Mas diz que nem todos os cursos oferecidos na cidade são bons e interessantes.

A modelo confessa que, às vezes, se sente chateada por fazer testes e não ser selecionada, por não ter o trabalho reconhecido dentro do mercado, por ter que esperar muito tempo por causa dos atrasos comuns nos eventos de moda.

Vaidosa

Amanda diz que adora se cuidar e se sente satisfeita com a aparência - salvo o cabelo, que ela gostaria de deixar crescer ou arriscar uma tinta com tom mais escuro - mas que é bastante ansiosa e, por isso treina muito na frente dos espelhos para não errar na hora "h".

A garota conta que já caiu na passarela, pois o piso era escorregadio. "Não cai durante o desfile, mas durante o curso que fiz na minha agência. Eu tenho um pouco de vergonha antes de desfilar, mas no momento do desfile fico calma e sempre dá tudo certo, pelo menos até agora deu", exclama.

A mãe da modelo comenta que é um investimento alto que nem sempre tem retorno. "Nós temos muitos gastos para manter este sonho da Amanda, mas o mercado de trabalho em Juiz de Fora nessa área está muito restrito. Agora a Amanda está mudando muito sua aparência, então tem que fazer um novo book, por exemplo", comenta Gorete.

foto de Amanda foto de Amanda foto de Amanda
Os cuidados

A menina adora uma roupa bonita, uma maquiagem bem feita, uma escova e uma piastra nos cabelos e as unhas feitas. "O melhor de tudo é poder vestir roupas belas durante a fotografia ou o desfile e estar com o cabelo e a maquiagem impecável, adoro ficar bem arrumada", afirma.

Amanda conta que detesta que as pessoas mexam em seu cabelo, diz que prefere arrumar sozinha, mas a vida de modelo, muitas vezes, não dá opções! O outro segredo que a modelo revelou é que, mesmo com apenas nove anos, já tem a preocupação com o corpo.

"Mesmo que a comida esteja gostosa eu não repito, evito comer coisas muito gordurosas pois não posso engordar, senão não passo em nenhum teste para desfile ou foto publicitária", esclarece Amanda.

Com 1,47 metros de altura e apenas 32 quilos a modelo mirim afirma que não faz exercícios físicos, somente na escola participa das aulas de educação física. "A Amanda fazia natação, mas estava ficando com a pele ressecada e a pediatra pediu que ela parasse com as aulas", conta Gorete.

Expectativas para o futuro
foto de Amanda foto de Amanda foto de Amanda

Amanda está na quarta série do ensino fundamental e diz que a disciplina que mais gosta é Ciências. "No ano passado estudamos sobre os planetas e eu achei fascinante", afirma.

A modelo mirim aposta em várias profissões para o futuro, ela diz que vai ser um monte de coisas quando crescer! "Vou ser perita da Polícia Federal, vou ser veterinária, bióloga, cantora, advogada, policial do BOPE e, claro! Modelo", enumera.

Amanda conta que para a carreira de cantora já anda treinando nos aparelhos de videokê, e a profissão de veterinária e bióloga foi explicada por causa de sua paixão pelos animais.

A menina confessa que se pudesse escolher, a profissão que sempre foi e sempre vai ser sua prioridade é a carreira de modelo. "Tem seus lados negativos, mas o sonho é muito grande e adoro o glamour das passarelas", admite.

*Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.