Enurese noturna pode ser desencadeada por nefropatias ou problemas emocionais É normal que as crianças façam xixi na cama até os cinco anos. Após essa idade, o quadro é considerado patológico

Aline Furtado
Repórter
9/7/2011
Xixi na cama

Até os cinco anos de idade é normal que as crianças não tenham controle sobre as funções renais, sendo comum fazer xixi na cama. Contudo, há casos de crianças, adolescentes e jovens que, por nefropatias ou problemas emocionais, continuam apresentando o quadro, mesmo após os cinco anos.

"Acima dessa idade, temos um quadro patológico, que necessita de investigação. Trata-se da enurese noturna", destaca a nefropediatra, Nathércia Abrão. Segundo ela, o problema acomete 5% das crianças, podendo ocorrer entre os seis e os 18 anos.

De acordo com a médica, caso pai ou mãe tenha sofrido com a enurese, o filho tem 50% de chance de desenvolver a patologia. "Se os dois passaram pelo problema, a chance aumenta para 80%." Ela afirma que a maioria dos casos de enurese noturna tem causas emocionais, demandando acompanhamento psicológico. "Muitos fatores podem desencadear, como necessidade de chamar atenção devido a, por exemplo, o nascimento de um irmãozinho; brigas na escola; entre outros."

Contudo, há casos em que a enurese ocorre devido a disfunções miccionais, devendo ser tratada, portanto, com medicamentos específicos. Ainda segundo Nathércia, é mais comum que os meninos tenham o problema.

Dicas para os pais

A nefropediatra lembra que é importante que os pais estejam atentos à urina dos filhos durante o período noturno. "Caso o problema persista após os cinco anos, o médico deve ser procurado. Além disso, é indicada a redução de ingestão de líquidos à noite." Outra dica é não chamar atenção da criança quando a cama amanhecer molhada. Devido ao problema, é normal que ela fique constrangida, assim, reprimir não ajuda.

"Ao contrário, se a criança que passa pelo problema consegue não fazer xixi na cama, ela deverá ser recompensada porque é uma forma de reconhecer a melhoria." Além disso, os pais podem estimular que a criança urine várias vezes por dia, em torno de três em três horas. "É importante que não seja criado o hábito de 'prender' o xixi." Por fim, a criança deve urinar sempre antes de dormir. "Evitar ingestão de produtos à base de cafeína, como refrigerantes e café, que são estimulantes da bexiga, devendo, então, ser evitados durante a noite."

Enurese diurna

Diferente da enurese noturna, a enurese diurna é o nome da incontinência urinária, ou seja, quando não há controle da urina. "É a chamada urina solta, que também precisa ser investigada, para que seja definido o tratamento indicado para cada caso."

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.