• Assinantes
  • Autenticação
  • Mulher

    Cuidados com tatuagens devem ser redobrados no verãoIndependentemente da cor usada, a tatuagem é fotossensível, por isso, uso de bloqueador solar garante o brilho e a cor por mais tempo

    Aline Furtado
    Repórter
    4/2/2012
    Tatuagem

    O verão é a estação do ano em que o corpo fica mais à mostra, graças às roupas leves e com menos pano, a fim de driblar as altas temperaturas. Com isso, é o período no qual a exposição aos raios ultravioleta fica maior, o que demanda maior cuidado e proteção. E no caso de quem tem tatuagens, a atenção aos desenhos feitos na pele deve ser ainda maior.

    "Independentemente da cor usada, a tatuagem é fotossensível. É fato que a tatuagem vai desbotar, pelo menos, uma vez. Isso porque após a aplicação da tinta na pele, haverá a adesão do pigmento nas camadas da pele, podendo haver perda, que é sempre pequena", explica a tatuadora, Cecília Fontes.

    Muitas pessoas tendem a imaginar que as tatuagens que utilizam cores, além do preto, são mais propícias a desbotar. Entretanto, a tatuadora explica que qualquer cor desbota, mas a tendência é que em desenhos ricos em cores, a perda de brilho nas tonalidades seja mais perceptível. Cecília explica que as tatuagens podem ter duração entre 8 e 20 anos, variando de acordo com os cuidados tomados ao longo do tempo.

    "Com o passar do tempo, é normal que o desenho precise ser retocado, mas em casos onde a exposição ao sol, sem os devidos cuidados, é grande, a perda de brilho e cor costuma ser acelerada." A principal forma de proteger a tatuagem contra os raios ultravioleta é usando um bloqueador solar, ou seja, um protetor com fator de proteção solar superior a 50. "Pessoas que costumam se expor muito, como surfistas, por exemplo, fazem uso de pomada comumente usada em assaduras de bebê ou pasta d'água."

    Cecília explica que o uso do bloqueador, da pomada ou da pasta d'água promove uma camada de sombra sobre a tatuagem, o que garante a proteção. Vale lembrar que, a exemplo do que é recomendado para qualquer área da pele, a reaplicação do produto que irá proteger a tatuagem deve ser feita conforme indicação, já que se perde ação com a transpiração e com a entrada em piscina ou praia.

    A tatuadora lembra, ainda, da importância de proteção mesmo em dias nublados. "Embora as pessoas não sintam, os raios ultravioleta continuam agindo mesmo se o sol não estiver forte. Assim, para conservar a tatuagem, é indicado o uso do bloqueador de forma contínua." Cecília afirma que o verão é a época mais procurada para marcar a pele com desenhos.

    Fotos: Cecília Fontes 

    Cuidados iniciais

    Cecília explica que o processo de cicatrização vai influenciar, diretamente, na estética do desenho. "São três fatores. O tatuador, o que engloba os materiais, o procedimento e o tipo de tinta utilizado; a cicatrização, que varia de organismo para organismo, devido à melanina; além dos cuidados, que devem ser tomados até 15 dias após ser feita a tatuagem."

    Para que o resultado seja satisfatório, é indicado que quem acabou de ser tatuado, fique sem praticar exercícios físicos por cinco dias, além de não se expor ao sol ou entrar na piscina ou no mar por um período de 15 dias. "O cloro presente na água da piscina e o sal presente na água do mar são prejudiciais e podem causar problemas, já que a tatuagem é, nos primeiros dias, uma ferida aberta na pele, sujeita à inflamação e à infecção."

    Entre os cuidados recomendados nos primeiros 15 dias após ser feita a tatuagem, estão o uso de sabonete neutro e antisséptico e uso de pomada com composição rica em vitaminas e hidratante,  indicada pelo tatuador. "Nos primeiros quatro dias, deve ser feita a bandagem, que protege do sol e da ação de micro-organismos. Isso é importante porque trata-se da chamada fase de formação da casca do ferimento provocado. Essa casca nada mais é do que o excesso de tinta, expulso pela pele, não devendo ser retirada."

    Depois dos 15 dias, o tatuador deve fazer o retoque, que já está incluído no custo da tatuagem. "Ainda com relação aos cuidados para uma boa cicatrização, existe, no mercado, um curativo que pode ser usado não só após a tatuagem ser feita, mas também durante a exposição ao sol, já que evita a perda de pigmentos." Um detalhe é que quanto mais cor tiver um desenho, maior será o risco dos traços se abrirem. Ao contrário, quanto mais delicado e fino, melhor será o resultado do trabalho.

    Custo do retoque

    Cecília explica que o custo do retoque, no seu caso, costuma ser equivalente a 30% do custo da tatuagem. "Isso aplica-se em casos nos quais a tatuagem foi feita comigo, concedo o desconto por se tratar de uma espécie de manutenção. Já no caso de tatuagem feita com outra pessoa, faço o que chamo de reforma, quando a tatuagem ganha cores e detalhes. Isso pode fazer com que o segundo trabalho saia mais caro que o primeiro." A tatuadora lembra que quanto mais desbotado está o desenho, melhor ficará o retoque.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.