A moda que faz a cabeça das mulheres O chapéu está de volta e funciona como adorno
e proteção contra as intempéries climáticas

Renata Solano
*Colaboração
14/02/2008
Foto de chapéu
ACESSA multimídia
Em arquivo:

Surgido na pré-história com os povos primitivos, o chapéu representava um objeto de proteção da cabeça contra as intempéries climáticas - chuva, sol e frio. Hoje, um pouco em desuso, o acessório ganha espaço nas novelas e na moda.

O designer de jóias e bijuteria, Luiz Fernando Ribeiro, acredita que o chapéu está de volta nas cabeças das pessoas por causa do estilo, mas também por proteção.

"Este acessório é possível para todo tipo de consumidor, as pessoas estão aderindo melhor a moda e criando o hábito de usar chapéus para se proteger contra o sol forte, por exemplo", comenta o designer.

Para Luiz Fernando, as pessoas costumam copiar os personagens da televisão, mas ele acredita que o próprio figurinista já estudou, anteriormente, a tendência.

"O interessante é que o personagem serve como uma vitrine da moda, e ensina ao público como usar determinados acessórios e vestimentas", afirma Luiz. Para ele, a novela serve como divulgadora da moda e dos costumes, além de ser uma difusora de conhecimentos como, por exemplo, como usar e quando usar o chapéu.

foto de chapéu foto de chapéu foto de chapéu
Material

A indústria de chapéus trabalha, geralmente, com materiais como o feltro, a palha e o tecido. O feltro pode ser adquirido através do pêlo de animais como o coelho, a lebre, o castor e o carneiro. O chapéu de palha tem como matéria prima diversos tipos de fibras vegetais (folhas e caules), como a juta e o sisal.

Atualmente a tendência é o uso de materiais sintéticos, principalmente nos chapéus destinados ao abrigo das variações climáticas pois estes podem ser mais impermeáveis. No entanto, de acordo com cada país e região - por causa do clima e da cultura - os materiais usados na confecção de chapéus são diferentes.


foto de chapéu foto de chapéu foto de chapéu

Segundo a vendedora e consultora Lúcia Ribeiro (no vídeo), o chapéu é uma peça forte que atrai mulheres desde as hippies até as mais elegantes. "É um acessório que funciona bem tanto na praia quanto na balada. Dá o diferencial da roupa, pois deixa a mulher mais charmosa, mas ao mesmo tempo é um objeto importante na proteção dos cabelos e da pele", acrescenta.

Lúcia lembra, também, que muito médicos indicam o uso do chapéu. "Muitas vezes o filtro solar apenas não é suficiente, sem falar que nem todo mundo o usa corretamente, por isso o chapéu é uma forma paralela de amenizar os efeitos nocivos do sol", comenta.

Como usar?
foto de chapéu foto de chapéu foto de chapéu

O acessório pode ser um objeto que trabalha tanto sentimentos como humor e ridicularização quanto sentimentos como formalidade e charme. Pode parecer nobre ou, no descuido, parecer caricato. Por isso, é importante alguns cuidados:

  • A escolha da cor é pessoal, depende de cada pessoa e do intuito da utilização. Para quem não quer o chapéu como destaque, a cor próxima do tom do cabelo, chama menos atenção e combina com todas as roupas.
  • Geralmente, cabelos curtos, médios ou presos aceitam melhor os chapéus com abas. Os modelos sem aba como boinas e bonés podem ser usados com cabelos longos e soltos.
  • Os rostos grandes e os corpos pesados não combinam com chapeuzinhos pequenos, gorros ou boinas apertados.
  • Pessoas com rosto pequeno desaparecem quando o acessório é grande demais.
  • O uso do chapéu pede que outros acessórios como brincos grandes, por exemplo, sejam descartados ou evitados.

*Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.